Seguidores

13 de fev de 2016

CEMEI: CAPINÓPOLIS -MG / Alegre Infância: Objetivos AMEI E COMPARTILHEI

CEMEI - CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL - WALDIR BARBOSA DE MIRANDA

 PREPARAÇÃO PARA A INAUGURAÇÃO E INAUGURAÇÃO DIA 10/02/2016




















































CMEI: Alegre Infância: Objetivos da EI e planos de aula: 1.11 OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL As Diretrizes Curriculares Municipais de Educação Infantil foram instituídas e fundamentadas em ...

OBJETIVOS  
1.11 OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

As Diretrizes Curriculares Municipais de Educação Infantil foram instituídas e fundamentadas em uma concepção de criança como ser único, singular, histórico e social, em pleno processo de desenvolvimento, que pensa, manifesto desejos, interesses, necessidades e que se expressa através de diferentes linguagens, para representar, elaborar e se apropriar do mundo a sua volta. 
Para nortear a Proposta Pedagógica da Instituição de Educação Infantil, a Câmara de Educação Básica – CEB propõe através do Parecer nº: 05/09 as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, respeitando os seguintes Princípios:
a)   Princípios Éticos: da autonomia, da responsabilidade, da solidariedade e do respeito ao bem comum, ao meio ambiente e às diferentes culturas, identidades e singularidades;
b)   Princípios Políticos: dos direitos de cidadania, do exercício da criticidade e do respeito à ordem democrática;
c)    Princípios Estéticos: da sensibilidade, da criatividade, da ludicidade e da liberdade de expressão nas diferentes manifestações artísticas e culturais.
d)   Na observância destas Diretrizes, a proposta pedagógica da Educação Infantil deve garantir que elas cumpram plenamente sua função sociopolítica e pedagógica:
e)   Oferecendo condições e recursos para que as crianças usufruam seus direitos civis, humanos e sociais;
f)    Assumindo a responsabilidade de compartilhar e complementar a educação e cuidado das crianças com as famílias;
g)   Possibilitando tanto a convivência entre crianças e entre adultos e criança e quanto à ampliação de saberes e conhecimentos de diferentes naturezas;
h)   Promovendo a igualdade de oportunidades educacionais entre as crianças de diferentes classes sociais no que se refere ao acesso a bens culturais e às possibilidades de vivência da infância;
i)     Construindo novas formas de sociabilidade e de subjetividade comprometidas com a ludicidade, a democracia, a sustentabilidade do planeta e com o rompimento de relações de dominação etária, socioeconômica, étnico-racial, de gênero, regional e linguística.
A proposta pedagógica das instituições de Educação Infantil deve ter como objetivo garantir à criança o acesso a processos de apropriação, renovação e articulação de conhecimentos e aprendizagens de diferentes linguagens, assim como, o direito à proteção, à saúde, à liberdade, à confiança, ao respeito, à dignidade, à brincadeira, à convivência e a interação com outras crianças.
         O parecer deixa claro que a proposta pedagógica de Educação Infantil deve explicitar o reconhecimento da identidade pessoal dos alunos, suas famílias, professores.
          Ao considerar que é fundamental a clareza dos objetivos para se definir quais são as ações educativas, cita-se o Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil (Brasil, 1998, p. 13), que estabelece os objetivos gerais da Educação infantil, buscando orientar as ações pedagógicas que viabilizem suas práticas e propósitos, de modo que as crianças sejam capazes de:
1)   Desenvolver uma imagem positiva de si mesma, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;
2)   Descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades, seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e o próprio bem estar;
3)   Estabelecer vínculos afetivos e de troca com os adultos, fortalecendo ainda mais a autoestima e ampliando, gradativamente, suas possibilidades de comunicação e interação social;
4)   Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vistas com os dos demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;
5)   Observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação;
6)   Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;
7)   Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às variadas intenções e situações de comunicação, com o objetivo de compreender e ser compreendida, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez m ais sua capacidade expressiva;
8)   Conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a diversidade.

OBJETIVOS DE CADA EIXO DE TRABALHO

         De acordo com o Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil (Brasil), as Unidades Educacionais devem oportunizar trabalhos para desenvolver:

FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL

Eixo: IDENTIDADE E AUTONOMIA

Objetivos:                            

Crianças zero a três anos
·        Experimentar e utilizar os recursos de que dispõem para a satisfação de suas necessidades essenciais, expressando seus desejos, sentimentos, vontades e desagrados, e agindo com progressiva autonomia;
·        Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo, conhecendo progressivamente seus limites, sua unidade e as sensações que ele produz;
·        Interessar-se progressivamente pelo cuidado com o próprio corpo, executando ações simples relacionadas à saúde e higiene;
·        Brincar;
·        Relacionar-se progressivamente com mais crianças, com seus professores e com demais profissionais da instituição, demonstrando suas necessidades e interesses.
CONHECIMENTO DE MUNDO

Eixo: MOVIMENTO 

Objetivos:    

Crianças zero a três anos
·        Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo;
·        Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se nas brincadeiras e nas demais situações de interação;
·        Deslocar-se com destreza progressiva no espaço ao andar, correr, pular etc., desenvolvendo atitude de confiança nas próprias capacidades motoras;
·        Explorar e utilizar os movimentos de preensão, encaixe, lançamento etc., para o uso de objetos diversos.

Eixo: MÚSICA

Objetivos:    

Crianças zero a três anos
·        Ouvir, perceber e reconhecer eventos sonoros diversos, fontes sonoras e produções musicais;
·        Brincar com música, imitar, inventar e reproduzir criações musicais.

Eixo: ARTES VISUAIS

Objetivos:    

Crianças zero a três anos
·        Ampliar o conhecimento de mundo que possuem, manipulando diferentes objetos e materiais, explorando suas características, propriedades e possibilidades de uso e entrando em contato com formas diversas de expressão artística;
·        Utilizar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies para ampliar suas possibilidades de expressão e comunicação.

Eixo: LINGUAGEM ORAL E ESCRITA

Objetivos:    

Crianças zero a três anos
·        Participar de variadas situações de comunicação oral, para interagir, expressar desejos, necessidades e sentimentos por meio da linguagem oral, contando suas vivências;
·        Familiarizar-se aos poucos com a escrita por meio da participação em situações nas quais ela se faz necessária e de contato cotidiano com livros, revistas, histórias em quadrinhos etc..
NATUREZA E SOCIEDADE
Objetivos:    
Crianças zero a três anos
·        Explorar o ambiente, para que possa se relacionar com pessoas, estabelecer contato com pequenos animais, com plantas e com objetos diversos, manifestando curiosidade e interesse.


MATEMÁTICA

Objetivos:    
Crianças zero a três anos
·        Estabelecer aproximação com algumas noções matemáticas presentes no seu cotidiano, como contagem, relações espaciais etc.


DIRETRIZES CURRICULARES – BERÇÁRIO


EIXO: IDENTIDADE E AUTONOMIA
OBJETIVOS:
·      Promover oportunidades para que a criança descubra, experimente e utilize os recursos de que dispõem para a satisfação de suas necessidades essenciais.
·      Favorecer a criança exteriorizar as emoções e os sentimentos construindo sua identidade individual e grupal.
·      Organizar situações para que os bebês tenham possibilidade de experimentar e realizar condutas simples relacionadas à alimentação e higiene, para conquista progressiva da autonomia.
A CRIANÇA DEVERÁ
·      Reclamar a atenção do adulto para satisfação de suas necessidades essenciais.
·      Balbuciar, sorrir, gritar, chorar, para manifestar suas emoções, sentimentos e vontades.
·      Exteriorizar as surpresas ou as descobertas.
·      Manifestar prazer ou incômodo diante de determinadas situações.
·      Fazer solicitações/pedidos através de gestos, indicando, apontando.
·      Protestar e tentar evitar as situações que não lhe agradam.
·      Reagir à dor chorando/reclamando a atenção do adulto.
·      Demonstrar contentamento quando é felicitada.
Sensações, percepções e necessidades.
Sentimentos e emoções
·         Aceitar demonstrações de afeto das pessoas adultas conhecidas.
·         Manifestar sensações (frio, calor, cansaço).
·         Manifestar estados de ânimo de maneira não verbal (aborrecida, triste, contente).
·         Aceitar intervenção para controlá-las em certas emoções negativas como agressividade e oposição.
·         Acalmar-se quando é consolada.
·         Interagir com o professor e amigos.
Confiança e segurança
·     Demonstrar esforço para vencer as dificuldades, tarefas que é capaz de vencer, com ajuda.
·     Conseguir ficar sozinha, sem ver o professor, por alguns instantes, mas ouvindo sua voz.
·     Mostrar-se contente quando é felicitada.
·     Solicitar ajuda se necessário.
Higiene/troca e alimentação
·         Segurar a mamadeira, ou copo. (Conforme o município)
·         Utilizar os dedos como pinça.
·         Segurar o copo e tomar líquidos.
·         Concentrar-se somente na atividade de comer.
·         Aceitar e experimentar novos alimentos.
·         Permanecer sentada durante o período em que é alimentado pelo professor.

·         Aceitar colocar o babador.
·         Aceitar que seja limpa e mostrar satisfação quando é feito.
·         Participar quando for limpo seu rosto ou suas mãos.
·         Mostrar-se inquieta quando está suja.
·         Aceitar/colaborar quando está sendo vestida e na troca de fraldas.
·         Tirar as meias.
·         Reconhecer alguma peça de sua roupa.
·         Escovar os dentes com escova de silicone (com ajuda)


EIXO: MOVIMENTO
OBJETIVOS:

·       Estimular para que os bebês experimentem novos desafios corporais se deslocando e explorando o ambiente, para perceber as sensações, limites e potencialidades do próprio corpo.
·       Organizar situações para que o bebê descubra, experimente e explore novas habilidades manuais no dia a dia para adquirir progressiva autonomia nas situações diárias.
·       Oportunizar situações para familiarizar-se com a imagem do próprio corpo para construção da imagem corporal.
·       Organizar momentos para que o bebê experimente diferentes sensações com seu corpo, para desenvolver a percepção sensorial conhecendo o mundo através dos sentidos.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
CAMINHADA, DESLOCAMENTO, EQUILÍBRIO E POSTURA.
·       Virar-se de barriga para baixo e desvirar-se.
·       Sentar inclinando-se para frente e apoiando-se nas mãos.
·       Sentar sem apoio.
·       Sentar-se e levantar-se apoiada/sem apoio.
·       Levantar-se apoiada/sem apoio.
·       Ficar de pé apoiada/sem apoio.
·       Equilibrar-se por um momento.
·       Deslocar-se/arrastando-se/sentada/apoiando-se.
·       Deslocar-se engatinhando em frente.
·       Deslocar-se engatinhando para trás.
·       Caminhar sendo segurada pelas duas mãos.
·       Caminhar sendo segurada por uma mão.
·       Deslocar-se sozinha apoiada nos móveis.
·       Caminhar sozinha.
·       Abaixar-se para pegar um objeto do chão;
·       Subir escadas sendo segurada pelo professor e colocando os dois pés em cada degrau.
·       Atirar objetos e arrastar brinquedos.
Habilidade manual
·       Explorar os objetos com o dedo indicador/ com a boca.
·       Atirar objetos e ver como caem.
·       Segurar objetos com as duas mãos.
·       Segurar um objeto em cada mão.
·       Passar um objeto de uma mão para outra.
·       Colocar as mãos em volta da mamadeira.
·       Tirar o bico da mamadeira da boca.
·       Segurar uma colher.
·       Levar uma colher à boca.
·       Beber no copo com ajuda.
·       Começar a procurar e a querer alcançar objetos distantes.
·       Afastar um objeto para alcançar outro.
·       Procurar objetos escondidos.
·       Abrir uma caixa para examinar o que tem dentro.
·       Colocar e tirar brinquedos dentro de uma caixa.
·       Tentar tirar os sapatos.
Conhecimento do próprio corpo
·          Destacar algumas partes do seu corpo pé, boca, nariz, mãos etc..
·          Movimentar-se diante do espelho.
·          Reconhecer gradativamente sua imagem no espelho.
·          Explorar materiais, objetos, com a boca, os dedos, mãos, pés e outras partes do corpo.
·         Reconhecer diferentes sensações que seu corpo produz.


EIXO: LINGUAGENS
o    COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM ORAL
o    LINGUAGEM PLÁSTICA
o    LINGUAGEM MUSICAL E EXPRESSÃO CORPORAL
OBJETIVOS:
·         Possibilitar ao bebê manifestar interesse e iniciativa para comunicar-se com outras pessoas ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e expressão oral.
·         Oferecer oportunidades para o bebê ouvir, perceber eventos sonoros, fontes sonoras e obras musicais variadas, para favorecer a interação e o contato dos bebês com a linguagem musical.
·         Promover a brincadeira com música, para descobrir e explorar diferentes movimentos com o próprio corpo.
·         Promover oportunidades para a criança observar e experimentardiversas técnicas próprias de expressão plástica, ampliando suas possibilidades de expressão e comunicação.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM ORAL
·          Solicitar coisas indicando, apontando.
·          Dizer sim e não com a cabeça.
·          Acenar.
·          Sorrir.
·          Bater palmas.
·          Balbuciar.
·          Rir.
·          Gritar.
·          Fazer ruidinhos para escutar.
·          Fazer ruidinhos para chamar atenção.
·          Indicar com o dedo.
·          Reconhecer a voz do professor e das pessoas mais conhecidas.
·          Responder quando chamam o seu nome.
·          Parar ante as proibições.
·          Diferenciar intenções na fala dos adultos (brabo / contente).
·          Mostrar os sapatos e outros objetos quando solicitado.
·          Pedir coisas verbalmente (água, abre).
·          Repetir sons imitando.
·          Balbuciar com entonação.
·          Gesticular enquanto fala.
·          Imitar/ repetir palavras.
·          Falar algumas palavras papa e mama.
·          Dizer onomatopéias.
·          Compreender ordens simples, (vem, tem, me dá), sobretudo quando as ordens são acompanhadas de gestos.
·          Escutar, manter-se atenta por curto período de tempo para ouvir pequenas histórias, poesias, parlendas.


Linguagem musical e expressão corporal
·         Permanecer atento por curto período de tempo.
·         Escutar canções e músicas.
·         Sacudir, apertar, produzir ruídos intencionalmente ou não.
·         Diferenciar o som/silêncio.
·         Descobrir e explorar a produção de sons com o próprio corpo.
·         Imitar gestos e produzir diferentes sons e ruídos musicais com objetos.
·         Produzir sons e silêncio com objetos e materiais diversos.
·         Reagir a diferentes estímulos sonoros (diferentes ruídos e intensidades).
·         Ouvir/participar de brincadeiras, jogos cantados e rítmicos.
·         Solicitar música, indicando o aparelho.
Linguagem plástica
·         Aceitar, experimentar (colocar a mão, mexer, esfregar, lambuzar-se, segurar um pouco, tirar rapidamente a mão, o pé) os materiais propostos para exploração.
·         Manifestar iniciativa para experimentar os materiais propostos.
·         Utilizar os materiais propostos em diferentes superfícies e texturas.
·         Experimentar por pequeno período de tempo e esfregar com as mãos, dedos, pincéis os materiais propostos em diferentes texturas e superfícies.
·         Explorar diferentes movimentos gestuais. Produzir garatujas (rabiscos).
·         Observar imagens diversas conhecidas.


EIXO: NATUREZA E SOCIEDADE
OBJETIVOS:

·         Possibilitar ao bebê explorar de diferentes maneiras o ambiente, para conhecer, sentir-se tranquila e confiante no CEIM.

·         Promover a participação em situações que envolvam a relação com outras crianças, professores e demais profissionais da instituição para desenvolver a capacidade de socialização.
·         Favorecer a descoberta, a experimentação e a exploração de movimentos e de diferentes tipos de materiais para desenvolver a capacidade de segurar e manusear pequenos objetos, brinquedos, confiando nas suas capacidades.

·         Promover situações que envolvam as tradições culturais de sua comunidade para conhecer os costumes, hábitos e expressões culturais da comunidade em que vive.

·         Oferecer oportunidades para que a criança estabeleça contato com pequenos animais, conhecendo o entorno que a envolve.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Adaptação/ Orientação no tempo e no espaço
·        Conhecer o espaço do berçário.
·        Aceitar sair do espaço do berçário.
·        Manifestar curiosidade para conhecer e explorar outros espaços na Unidade Escolar.
·        Sentir-se tranquila e confiante quando chega e no decorrer do dia no CIMEI.
·        Mostrar-se tranquila nos espaços habituais da instituição com pessoas conhecidas.
·        Antecipar situações e atividades cotidianas a partir de determinados indícios ou sinais que se repetem.
Relação com os companheiros
·        Aceitar e relacionar-se com outras crianças.
·        Mostrar interesse pelas outras crianças (observando, tocando, sorrindo, imitando).
·        Participar por curto período de tempo, das atividades de grupo, com intervenção do professor.
·        Reclamar/chorar/defender-se quando colegas o incomodam.
Relação com os professores e com outras pessoas adultas
·         Distinguir as pessoas conhecidas entre as desconhecidas.
·         Relacionar-se de forma afetuosa com o professor.
·         Aceitar a relação com outras pessoas adultas.
·         Aceitar o colo das professoras e de outras pessoas conhecidas da Unidade Escolar.
·         Solicitar atenção do professor.
·         Ficar tranquila por curto período de tempo, sem ver o professor, mas ouvindo sua voz.
·         Aceitar compartilhar o professor com outras crianças.
·         Comunicar suas necessidades e emoções para o professor e as pessoas adultas.
·         Aceitar as propostas/atividades do professor.
Experimentação e exploração
·         Manipular objetos que tem ao seu alcance (bater, atirar...).
·         Explorar e manipular em atividades mais complexas: ajuntar, espalhar, oferecer, jogar, arrastar, colocar dentro um recipiente e tirar, etc..
·         Observar e imitar ações de outras crianças realizando diferentes explorações e movimentos.
·         Esforçar-se para pegar um objeto que não alcança (estica o braço, movimenta-se mesmo que não consiga sair do lugar, chora, aponta, fala, grita).
·         Tentar encontrar um objeto que desapareceu.
·         Demonstrar preferências por alguns objetos e materiais.
·         Aceitar participar com adulto conhecido, das festas celebradas na Unidade Escolar envolvendo histórias, brincadeiras, jogos e canções que digam respeito às tradições culturais de sua comunidade do município de XXXXXXXXXXXXXXX.
·         Observar os animais (agrada-lhe, quer pegar).
·         Apontar, chamar os animais.


DIRETRIZES CURRICULARES – MATERNAL I


EIXO: IDENTIDADE E AUTONOMIA
OBJETIVOS:
·         Favorecer situações para que a criança possa exteriorizar as emoções e os sentimentos, acompanhados da expressão oral e de outras formas de expressão como gestos, expressão facial para desenvolver a identidade e autonomia.
·         Identificar progressivamente algumas singularidades próprias e das pessoas com as quais convive no seu cotidiano para construção de sua identidade individual e grupal.
·         Favorecer situações para que a criança se desenvolva através da brincadeira, descobrindo e experimentando possibilidades de explorar os materiais e de se relacionar com crianças e adultos.
·         Criar situações para que a criança tenha possibilidade de realizar pequenas tarefas e condutas simples relacionadas à alimentação e higiene, para conquista progressiva da autonomia.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Sensações, percepções e necessidades.
·         Expressar as suas necessidades pessoais como: sede, cansaço, sono, vontades, etc..
·         Reclamar a atenção do adulto para ser atendida.
·         Fazer solicitações/pedidos através de gestos, indicando, apontando.
·         Manifestar prazer ou irritação diante de situações do cotidiano.
·         Protestar e tentar evitar as situações que não lhe agradam.
·         Reagir à dor chorando/reclamando a atenção do adulto.
·         Demonstrar contentamento quando é felicitada.
·         Manifestar e controlar progressivamente suas necessidades, desejos e sentimentos em situações cotidianas (esperar um pouco para ser atendida).
Sentimentos e emoções
·         Aceitar as demonstrações de afeto das pessoas adultas conhecidas.
·         Manifestar seu estado de ânimo de maneira não verbal (aborrecida, triste, contente) e sensações (frio, calor, cansaço).
·         Aceitar intervenção para controlá-las em certas emoções negativas como agressividade e oposição.
·         Acalmar-se quando é consolada.
·         Interagir com o professor e amigos, funcionários do CEI.
CONFIANÇA E SEGURANÇA
·         Demonstrar esforço para vencer as dificuldades e tarefas que é capaz de vencer com ajuda, se necessário.
·         Conseguir ficar sozinha, sem ver o professor, por alguns instantes.
·         Mostrar-se contente quando é felicitada.
Relacionamento com professor e crianças
·         Responder e chamar.
·         Aceitar relacionar-se com outros adultos do CEIM e com crianças de outras turmas, com ajuda do professor.
        ·         Compartilhar o espaço e o professor com os colegas.
·         Solicitar ajuda quando necessário.
·         Aceitar ajuda para controlar sua agressividade e para solucionar os conflitos.
·         Manifestar sentimento de pertinência em relação ao professor, ao espaço e aos companheiros.
Brincar
·         Brincar e explorar os brinquedos de diversas maneiras.
·         Começar a imitar as situações cotidianas em jogos simbólicos.
·         Brincar individualmente com ou sem a intervenção do adulto.
·         Brincar com outros adultos conhecidos.
·         Compartilhar o espaço e o professor com os colegas.
·         Compartilhar os objetos e participar de brincadeiras com outras crianças com ou sem a ajuda do professor.
·         Solicitar ajuda quando necessário para solucionar conflitos na hora de brincar.
·         Respeitar a brincadeira dos outros.
·         Escolher brinquedos, objetos e espaços na sala para brincar.
Alimentação/higiene
·             Manifestar suas preferências e necessidades na alimentação verbalmente.
·             Experimentar/provar novos alimentos.
·             Respeitar a comida das outras crianças, quando é avisada.
·             Utilizar a colher.
·             Segurar seu copo e tomar água.
·             Mastigar toda a comida.
·             Aceitar ajuda quando necessário para alimentar-se.
·             Permanecer sentada durante todo o período da refeição.
·             Esperar até o momento de se limpar.
·             Esperar a sua vez no local onde se alimentam.
·             Concentrar-se na atividade de comer.
·             Comer sem incomodar as outras crianças.
·             Falar em voz baixa durante todo o período das refeições, não gritar, nem bater na mesa.
·             Aceitar e colaborar ajudando a arregaçar as mangas.
·             Servir-se de alguns alimentos sólidos (bolacha, pão) com ajuda da educadora.
·             Discriminar entre quente e frio.
·             Diferenciar sabores.
·             Compreender e começar a utilizar o vocabulário relacionado aos instrumentos e a alguns alimentos.
·             Esfregar as mãos e molhar a boca com ajuda.
·             Reconhecer a toalha como objeto para enxugar-se.
·             Aceitar que seja escovado os seus dentes.
·             Diferenciar se fez cocô ou xixi.
·             Começar a controlar o xixi durante certos períodos do dia.
·             Colaborar quando está sendo vestida e na troca de fraldas.
·             Tirar sozinha algumas peças de roupa.
·             Reconhecer alguma peça de sua roupa.
·             Identificar situações de risco no seu ambiente mais próximo.


EIXO: MOVIMENTO
OBJETIVOS:
·         Oportunizar a partir dos movimentos de andar, correr, subir... Ampliando gradativamente as capacidades de deslocamento, controlando progressivamente o próprio movimento.
·         Favorecer a exploração e utilização dos movimentos de preensão, encaixe, lançamento etc., para o uso em situações cotidianas e brincadeiras.
·         Oportunizar situações para familiarizar-se com a imagem do próprio corpo para construção e afirmação da imagem corporal.
·         Organizar momentos para que a criança experimente diferentes sensações e percepções, com seu corpo, explorando e sentindo materiais diversos, para conhecer as diferentes sensações que seu corpo produz.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Caminhada, deslocamento, equilíbrio e postura.
·         Subir e descer dos elementos e objetos habituais (carrinho, triciclo, escorregador).
·         Empurrar e puxar objetos e materiais caminhando.
·         Levantar e sentar em uma cadeira pequena.
·         Jogar e chutar bola na direção desejada.
·         Caminhar com objetos na mão.
·         Saltar com a planta dos pés.
·         Equilibrar-se com um pé só, por um curto período de tempo.
·         Abaixar-se para juntar um objeto do chão.
·         Caminhar com segurança/caminhar alguns passos de lado/para trás.
·         Começar a correr.
·         Correr sem cair.
·         Subir escadas de gatinho.
·         Subir escadas segurando-se e colocando os dois pés em cada degrau com ajuda ou de gatinho.
Habilidade manual
·         Explorar objetos com os dedos.
·         Explorar jogos de construção, de montar e de manipulação com peças grandes.
·         Folhear um livro.
·         Construir uma torre de dois cubos.
·         Procurar um objeto escondido.
·         Destampar e tampar caixas e potes.
·         Colocar caixas dentro de uma caixa.
·         Encher baldinhos de areia e os esvaziar.
·         Por um objeto dentro do outro (baldinho, copinho).
·         Abrir embrulhos de diferentes tamanhos.
·         Amassar papéis/rasgá-los/fazer ruídos.
·         Tentar tirar seus sapatos.
·         Segurar o copo com as mãos e beber sozinha; Descascar uma banana.



CONHECIMENTO DO PRÓPRIO CORPO
·         Destacar algumas partes do seu corpo (perna, cabeça, pés, mãos).
·         Nomear algumas partes do seu corpo.
·         Reconhecer sua imagem no espelho.
·         Movimentar-se diante do espelho.
·         Explorar materiais com a boca, mãos, dedos, pés e outras partes do corpo.
·         Reconhecer diferentes sensações que seu corpo produz.


EIXO: LINGUAGENS
  • COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM
  • LINGUAGEM PLÁSTICA
  • LINGUAGEM MUSICAL E EXPRESSÃO CORPORAL
OBJETIVOS:
·         Oportunizar situações de comunicação para a criança interagir e expressar desejos, necessidades, sensações e sentimentos por meio da linguagem oral, gestual e facial dentro das suas possibilidades.
·         Oferecer oportunidades para a criança ouvir, perceber eventos sonoros, fontes sonoras e obras musicais variadas, para propiciar a interação e o contato com a linguagem musical.
·         Promover a brincadeira com a música, para descobrir e explorar diferentes movimentos com o próprio corpo.
·         Promover oportunidades para a criança observar e experimentar diversas técnicas próprias de expressão plástica, ampliando suas possibilidades de expressão e comunicação.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Comunicação e linguagem oral
·         Bater palmas.
·         Dizer sim e não com a cabeça.
·         Balbuciar.
·         Acenar.
·         Sorrir.
·         Rir.
·         Gritar.
·         Indicar com o dedo.
·         Reconhecer a voz do professor e das pessoas mais conhecidas.
·         Responder quando chamam o seu nome.
·         Parar ante as proibições.
·         Diferenciar intenções na fala dos adultos (brabo, contente).
·         Mostrar os sapatos e outros objetos quando solicitado.
·         Falar algumas palavras papa e mama e ir avançando em outras.
·         Pedir coisas verbalmente (água, abre).
·         Gesticular enquanto fala.
·         Imitar/ repetir palavras.
·         Dizer onomatopeias.
·         Nomear alguns objetos que mostramos.
·         Compreender ordens simples, (vem, tem, me dá, busca, abre, fecha, sobe...), sobretudo quando as ordens são acompanhadas de gestos.
·         Escutar, manter-se atenta por curto período de tempo para ouvir pequenas histórias, poesias, parlendas, etc..
·         Conversar sozinha com as bonecas enquanto brinca.
Linguagem musical e expressão corporal
·         Reproduzir gestos, gracinhas e movimentos com todo o corpo ou com partes do corpo.
·         Imitar animais, personagens, sensações (frio, calor, cansaço) e estados de ânimo (aborrecida, triste, contente).
·         Permanecer atento por curto período de tempo para escutar canções e músicas.
·         Fazer movimentos das canções junto com o professor.
·         Seguir o ritmo com todo o seu corpo ou com partes do seu corpo.
·         Diferenciar o som/silêncio e o som forte /fraco.
·         Localizar o lugar de onde vem o som/ruído.
·         Recordar fragmentos ou as canções trabalhadas.
·         Recordar gestos trabalhados.
·         Descobrir e explorar a produção de sons com o próprio corpo.
·         Imitar movimentos com diferentes objetos e instrumentos para produzir sons e ruídos musicais. Produzir sons e silêncio com objetos e materiais diversos.
LINGUAGEM PLÁSTICA
·         Aceitar experimentar (colocar a mão, mexer, esfregar, lambuzar-se, segurar um pouco, tirar rapidamente a mão, o pé) os materiais propostos para exploração.
·         Manifestar iniciativa para experimentar os materiais propostos.
·         Utilizar por pequeno período de tempo os materiais propostos em diferentes superfícies e texturas.
·         Explorar diferentes movimentos gestuais.
·         Marcar e fazer garranchos com diferentes materiais sobre diferentes superfícies e texturas.
·         Observar e identificar imagens diversas conhecidas.


EIXO: NATUREZA E SOCIEDADE
OBJETIVOS:
·         Possibilitar que a criança explore o ambiente para gradativamente distinguir objetos, materiais, espaços, formas.
·         Favorecer o relacionamento com outras crianças, com professores e demais profissionais da instituição para desenvolvimento da capacidade de socialização.
·         Favorecer a descoberta, a experimentação e a exploração de movimentos e de diferentes tipos de materiais para desenvolver a capacidade de segurar e manusear pequenos objetos, brinquedos, confiando nas suas capacidades.
·         Promover situações que envolvam as tradições culturais de sua comunidade para conhecer os costumes, hábitos e expressões culturais da comunidade em que vive.
·         Oferecer oportunidades para que a criança estabeleça contato com pequenos animais e plantas tendo atitudes de cuidado.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Adaptação na Unidade/Orientação no espaço e no tempo
·         Adaptar-se à Unidade Escolar. Sentir-se tranquila e confiante quando chega e no decorrer do dia na instituição educacional.
·         Conhecer os espaços habituais da unidade educacional e as pessoas próximas.
·         Manifestar curiosidade para explorar os espaços da Unidade Escolar.
·         Demonstrar segurança nas trocas dos espaços da instituição.
·         Identificar seus objetos pessoais e para que servem.
·         Localizar materiais conhecidos na sala.
·         Selecionar com auxílio do professor diferentes brinquedos para guardar.
·         Identificar os diferentes cantinhos da sala e alguns objetos habituais.
·         Antecipar situações e atividades cotidianas a partir de determinados indícios ou sinais.
Relação com os companheiros
·         Aceitar relacionar-se com outras crianças.
·         Mostrar interesse pelas outras crianças (observando, tocando, sorrindo, imitando).
·         Participar das atividades de grupo (canções, jogos, etc.).
·         Procurar o professor /pedir ajuda quando colegas o incomodam.
RELAÇÃO COM OS PROFESSORES E COM OUTRAS PESSOAS ADULTAS
·         Relacionar-se de forma afetuosa com o professor.
·         Aceitar o colo dos professores e funcionários da Unidade Educacional.
·         Solicitar atenção do professor.
·         Ficar tranquila por curto período de tempo, sem ver o professor, mas ouvindo sua voz.
·         Aceitar e compartilhar o professor com outras crianças.
·         Aceitar relacionar-se com outras pessoas adultas da Unidade Escolar.
·         Comunicar suas necessidades e emoções para o professor e outras pessoas adultas.
·         Aceitar as propostas do professor.
Hábitos sociais e de convivência
·         Começar a compartilhar os objetos, os espaços e atenção do o professor.
·         Colaborar com o professor para guardar os brinquedos.
·         Solicitar ajuda quando necessita.
·         Participar das atividades coletivas por um momento.
·         Reconhecer atitudes cordiais.
Experimentação e exploração
·         Mostrar-se observadora e receptiva a exploração do ambiente.
·         Manipular os objetos que estão ao seu ao redor (agrupar, bater, atirar, acariciar, etc.) com ou sem finalidade concreta.
·         Explorar e manipular os objetos de forma mais complexa: empilhar, agrupar, espalhar, dar a outros, oferecer e recolher, arrastar, colocar dentro de um recipiente, colocar e tirar em seguida, abrir, fechar, enroscar.
·         Brincar nos cantinhos (casa, escritório, cabeleireiro, supermercado), jogos simbólicos por curto período de tempo.
·         Aceitar participar com adulto conhecido, das festas celebradas na unidade educacional envolvendo histórias, brincadeiras, jogos e canções que digam respeito às tradições culturais de XXXXXXXXXXXXXXX.
·         Reconhecer as figuras mais representativas das manifestações tradicionais, coelho, Papai Noel.
·         Cuidar dos objetos, dos animais e plantas com ajuda do o professor.
·         Reconhecer e nomear algum animal.



DIRETRIZES CURRICULARES – MATERNAL II

EIXO: IDENTIDADE E AUTONOMIA
OBJETIVOS:
·         Promover oportunidades para que a criança utilize os recursos que dispõe e progressivamente faça uso da linguagem oral para a satisfação de suas necessidades essenciais e exteriorize suas emoções e sentimentos.
·         Identificar progressivamente algumas singularidades próprias e das pessoas com as quais convive no seu cotidiano para construção da sua identidade individual e grupal.
·         Favorecer situações para que a criança se desenvolva através da brincadeira, descobrindo e experimentando possibilidades de explorar os materiais e de se relacionar com crianças e adultos.
·         Propiciar oportunidades para o progressivo cuidado com o próprio corpo, executando ações simples relacionadas à alimentação, saúde e higiene, para progressiva conquista da autonomia.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Sensações, percepções e necessidades.
·         Manifestar oralmente aborrecimento ou prazer diante de determinadas situações.
·         Evitar as situações que não lhe agradam.
·         Expressar as suas necessidades pessoais como: sede, cansaço, sono, vontades, etc. aos adultos de maneira gestual e verbal.
·         Solicitar a atenção do adulto para ser atendida.
·         Manifestar e controlar progressivamente suas necessidades (esperar um pouco para ser atendida).
Sentimentos e emoções
·         Reconhecer as demonstrações de afeto das pessoas adultas ou das crianças conhecidas.
·         Começar a controlar suas emoções negativas quando solicitado.
·         Manifestar seu estado de ânimo de maneira verbal.
·         Acalmar-se com a intervenção do professor em discussões, medos.
·         Interagir com o professor e amigos.
Aceitação e confiança em si mesmo
·         Mostrar confiança nas tarefas habituais.
·         Manifestar necessidade de fazer as coisas sozinhas.
·         Esforçar-se para vencer as dificuldades que são capazes.
·         Demonstrar satisfação por suas ações e produções.
·         Manifestar satisfação no cumprimento de pedidos e solicitações.
·         Mostrar-se contente quando é elogiada.
Relacionamento com professores e crianças
·         Relacionar-se afetivamente com o professor.
·         Responder e chamar.
·         Integrar-se nas atividades.
·         Compartilhar jogos com ou sem a intervenção do adulto.
·         Brincar com ou sem a intervenção do adulto.
·         Relacionar-se com outros adultos do CIMEI.
·         Compartilhar o espaço e o professor com os colegas.
·         Compartilhar os objetos e participar de brincadeiras com outras crianças
 com ou sem a ajuda do professor.
·         Solicitar ajuda quando necessário.
·         Respeitar a brincadeira dos outros.
·         Controlar sua agressividade e utilizar a linguagem oral e outros recursos para solucionar os conflitos.
·         Manifestar sentimento de pertinência em relação ao professor, ao espaço e aos companheiros.
Brincar
·         Brincar e explorar diferentes brinquedos e objetos.
·         Escolher brinquedos, objetos e espaços na sala para brincar.
·         Compartilhar jogos com ou sem a intervenção do adulto.
·         Integrar-se nas brincadeiras.
·         Brincar com ou sem a intervenção do adulto.
·         Compartilhar os objetos e participar de brincadeiras com outras crianças com ou sem a ajuda do professor.
·         Solicitar ajuda quando necessário (para brincar, alcançar um brinquedo, fazer uma intervenção).
·         Respeitar a brincadeira dos outros.
·         Imitar as situações cotidianas em jogos simbólicos.
·         Reproduzir situações diárias espontaneamente em jogos simbólicos.
·         Brincar com crianças do seu grupo e de outras turmas.
·         Compartilhar/emprestar por curto período de tempo o brinquedo trazido de casa.
·         Recolher os brinquedos (colaborar) com ajuda do professor.
Alimentação/higiene/realização de tarefas
·         Manifestar suas preferências e necessidades na alimentação verbalmente.
·         Colocar (com ajuda) água, suco de pequenos jarros, bebedouro e beber.
·         Aceitar ajuda quando necessário.
·         Permanecer sentada durante todo o período da refeição.
·         Esperar até o momento de se limpar.
·         Esperar a sua vez no local onde se alimentam.
·         Concentrar-se na atividade de comer, conversando em voz baixa.
·         Comer sem incomodar as outras crianças.
·         Falar em voz baixa durante todo o período das refeições, não gritar, nem bater na mesa.
·         Arregaçar as mangas.
·         Manter-se limpa ao máximo durante o período da refeição.
·         Distribuir as colheres e pratos com ajuda do professor.
·         Servir-se de alguns alimentos com ajuda do professor.
·         Comer toda a comida do prato, cuidando para não sobrar nada.
·         Utilizar corretamente a colher em todas as refeições.
·         Descascar algumas frutas com os dedos.
·         Experimentar novos alimentos.
·         Verbalizar quando está limpa ou suja.
·         Avisar quando o nariz está sujo e pedir ajuda.
·         Solicitar/lembrar-se de escovar os dentes, reconhecer sua escova e utilizá-la para este fim.
·         Utilizar a lixeira.
·         Controlar os esfíncteres.
·         Pedir ajuda quando estiver com xixi ou coco.
·         Lavar e secar as mãos e a boca com ajuda.
·         Reconhecer a toalha como objeto para enxugar-se, pegá-la e pendurá-la.
·         Abrir e fechar a torneira com ajuda.
·         Tirar o casaco.
·         Colocar o uniforme com ajuda.
·         Tirar os sapatos/ começar a calçá-los.
·         Saber colocar com ajuda as coisas nos seus devidos lugares quando lhe é mostrado.
·         Encontrar (pegar) os seus objetos pessoais e colocá-los, com ajuda em seu lugar.


EIXO: MOVIMENTO
OBJETIVOS:
·         Oportunizar a partir dos movimentos de andar, correr e subir... A ampliação gradativa das capacidades de deslocamento controlando progressivamente o próprio movimento, para conhecer, orientar e movimentar intencionalmente seu corpo.
·         Favorecer a exploração e utilização dos movimentos de preensão, encaixe, lançamento etc., para o uso em situações cotidianas e brincadeiras.
·         Oportunizar situações para familiarizar-se com a imagem do próprio corpo para afirmação da imagem corporal e utilização do movimento de forma expressiva, nas situações cotidianas e em brincadeiras.
·         Promover propostas para a criança experimentar diferentes gostos, sons, temperaturas... Com seu corpo, explorando, manipulando materiais e objetos diversos para conhecer e diferenciar as sensações.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Caminhada, deslocamento, equilíbrio e postura.
  • Deslocar-se com objetos na mão.
  • Caminhar na ponta dos pés.
  • Caminhar sobre uma linha no chão.
  • Arrastar-se.
  • Correr.
  • Subir.
  • Descer.
  • Rolar.
  • Saltar com os dois pés.
  • Saltar de dois degraus.
  • Saltar para frente.
  • Equilibrar-se com um pé.
  • Correr sem sair do lugar.
  • Caminhar e correr com segurança.
  • Conseguir parar a um sinal dado.
·         Caminhar de costas.
·         Atirar objetos sem perder o equilíbrio.
·         Chutar bola.
·         Girar-se com ajuda.
·         Descer escadas colocando os dois pés em cada degrau com suporte.
·         Imitar e realizar diferentes posturas corporais (sentar, levantar, deitar, etc.).


Habilidade manual
  • Folhear páginas de um livro.
  • Rasgar e amassar papel.
  • Desatar laços simples.
  • Tampar e destampar caixas e potes fáceis de abrir.
  • Montar quebra-cabeça grande e de simples resolução e encaixe.
  • Lançar bola.
  • Abrir torneiras habituais com ajuda.
  • Segurar o copo com as mãos.
  • Utilizar colher sem lambuzar-se.
  • Preencher uma superfície com pintura, massinha, lápis de cera.
Conhecimento do próprio corpo
·         Conhecer algumas partes do seu corpo.
·         Nomear algumas partes do seu corpo.
·         Apreciar sua imagem no espelho.
·         Movimentar-se diante do espelho, explorando e descobrindo novas possibilidades.
·         Explorar materiais, objetos, com os dedos, mãos, pés e outras partes do corpo.
·         Reconhecer diferentes sensações que seu corpo produz.
·         Verbalizar as diferentes sensações que seu corpo produz.


EIXO: LINGUAGENS
  • LINGUAGEM ORAL E ESCRITA (APROXIMAÇÃO)
  • LINGUAGEM PLÁSTICA
  • LINGUAGEM MUSICAL E EXPRESSÃO CORPORAL
  • LINGUAGEM MATEMÁTICA
OBJETIVOS:
·         Favorecer situações para a criança utilizar a linguagem oral para conversar, perguntar, contar, brincar, jogar expressando preferências, vontades, emoções e sentimentos. 
·         Oferecer oportunidades para a criança ouvir, perceber eventos sonoros, fontes sonoras e obras musicais variadas, propiciando a comunicação e a expressão por meio da linguagem musical.
·         Promover a brincadeira com a música descobrindo e explorando diferentes movimentos com o próprio corpo.
·         Promover oportunidades para a criança observar, experimentar eutilizar diversas técnicas próprias de expressão plástica, ampliando suas possibilidades de expressão e comunicação.
·         Possibilitar a exploração e manipulação de objetos, brinquedos e materiais, descobrindo as características, possibilidades e propriedades principais.
·         Favorecer situações nas quais a criança reconheça no contexto diário e em brincadeiras noções de quantidade, posição, tempo e espaço, envolvendo o próprio corpo.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Comunicação, linguagem oral e escrita (aproximação)
·         Expressar oralmente suas necessidades, emoções, ou vivências apoiada em gestos.
·         Responder perguntas.
·         Conversar de maneira compreensível.
·         Denominar o que vê.
·         Nomear os objetos habituais quando lhe é indicado ou lhe é mostrado imagem.
·         Utilizar espontaneamente a linguagem habitual nas diferentes situações
 do dia a dia.
·         Compreender o que lhe é dito no grupo.
·         Entender e executar ordens simples.
·         Utilizar (começar) pronome pessoal (eu, tu, ele).
·         Utilizar (começar) nomes, adjetivos, verbos.
·         Utilizar (começar) estruturas afirmativas, negativas, interrogativas e imperativas.
·         Imitar ruídos dos animais e diferentes onomatopéias.
·         Reproduzir canções ou partes de canções.
·         Demonstrar curiosidade pelos contos e por outros materiais impressos.
·         Verbalizar o que está observando.
·         Escutar pequenas explicações.
·         Ouvir poesias, parlendas, histórias lidas, contadas por um adulto.
·         Associar situações atuais com as anteriores.
·         Recordar algumas partes da história a partir das imagens.
·         Reconhecer alguns contos populares e seus protagonistas.
·         Reconhecer (começar) o seu nome escrito.
Linguagem musical e expressão corporal
·         Permanecer atento ao escutar canções e músicas.
·         Diferenciar o som/silêncio e o som forte / fraco.
·         Localizar o lugar de onde vem o som/ruído.
·         Explorar movimentos corporais de acordo com a música dançando.
·         Acompanhar o ritmo que escuta com partes do corpo em jogos cantados e rítmicos.
·         Cantar canções trabalhadas.
·         Recordar fragmentos ou as canções trabalhadas.
·         Imitar gestos/movimentos em canções, brincadeiras.
·         Reproduzir gestos, imitações e movimentos com partes do corpo; imitar animais personagens, sensações (frio, calor, cansaço) e estados de ânimo (aborrecida, triste, contente).
·         Recordar gestos/movimentos trabalhados.
·         Descobrir e explorar a produção de sons com o próprio corpo.
·         Imitar e produzir sons e ruídos musicais com objetos e instrumentos.
·         Produzir sons com objetos e materiais diversos.
Linguagem plástica
·         Demonstrar curiosidade para experimentar diferentes técnicas, instrumentos e suportes.
·         Experimentar (colocar a mão, mexer, esfregar, lambuzar-se, segurar um pouco, tirar rapidamente a mão, o pé) os materiais propostos para exploração.
·         Utilizar por pequeno período de tempo os materiais propostos em diferentes superfícies e texturas.
·         Explorar diferentes movimentos gestuais de acordo com o material utilizado.
·         Marcar e fazer garranchos com diferentes materiais sobre diferentes superfícies e texturas.
·         Apropriar-se dos efeitos de suas ações sobre os materiais.
·         Observar imagens diversas.
·         Identificar imagens diversas.
·         Falar sobre as imagens.
·         Experimentar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies.
·         Desenhar.
·         Apresentar as atividades sem rasgar, amassar, molhar.
Linguagem matemática
·         Observar e descobrir as características das coisas.
·         Identificar algumas características dos alimentos, brinquedos, objetos e elementos do dia a dia (cor, medida, sonoridade, etc.).
·         Perguntar sobre os objetos e elementos do ambiente.
·         Agrupar objetos por semelhança (forma, medida, cor, uso).
·         Classificar os objetos de acordo com alguma qualidade proposta.
·         Comparar elementos ou objetos a partir de semelhanças ou diferenças.
·         Diferenciar: grande/pequeno, muito/pouco, todos/mais, a metade/inteiro/um pedaço, um, dois, três; comprido/curto, cheio/vazio a partir da manipulação e observação.
·         Compreender os conceitos: dentro/fora, em cima/ embaixo, ao lado/em frente/atrás; forte/fraco; com ajuda do professor e em relação ao próprio corpo.
·         Realizar correspondência termo a termo com objetos, utensílios, materiais.
·         Diferenciar entre quente e frio.
·         Identificar alimentos salgados, doces, ácidos.
·         Compreender os conceitos de tempo: rápido, devagar; antes, depois; agora, primeiro, antes.
·         Identificar características dos objetos que rolam e não rolam.


EIXO: NATUREZA E SOCIEDADE
OBJETIVOS:
·         Possibilitar a exploração do ambiente para que a criança conheça as pessoas, o entorno e os fenômenos naturais.
·         Promover a exploração do ambiente movimentando-se no espaço, explorando e manipulando objetos e materiais para progressivamente distinguir características e funções.
·         Favorecer o relacionamento com outras crianças, professores e profissionais da instituição desenvolvendo a capacidade de socialização.
·         Propiciar situações para a criança interagir com o ambiente em que vive, brincando, explorando materiais e objetos, para construção de conhecimentos sobre os elementos que o constituem e os acontecimentos que o rodeiam.
·         Oferecer oportunidades para que a criança estabeleça contato com pequenos animais do seu convívio, relacionando características físicas e comportamentais.
·         Possibilitar situações para que a criança estabeleça contato com as plantas relacionando características peculiares e necessidades vitais para que elas cresçam e se desenvolvam.
·         Promover situações que envolvam as tradições culturais de sua comunidade, para conhecimento dos costumes, hábitos e expressões culturais da comunidade em que vive.
A CRIANÇA DEVERÁ SER CAPAZ DE:
Adaptação/ Orientação no espaço e no tempo
·         Entrar contente na Unidade Escolar e despedir-se da pessoa que a acompanha.
·         Ficar tranquila durante o dia na unidade.
·         Contar/explicar algumas coisas que fez no CEIM.
·         Reconhecer os diferentes espaços da Unidade Escolar e as pessoas que estão lá permanentemente.
·         Explorar o espaço de diferentes maneiras.
·         Provocar transformações no espaço da sua turma e no pátio.
·         Diferenciar características e funções dos diferentes espaços.
·         Deslocar-se sozinha pelos lugares habituais.
·         Identificar as diferentes salas pelo nome.
·         Identificar os diferentes cantinhos da sala e os objetos correspondentes.
·         Localizar os diferentes materiais e direções na sala.
·         Orientar-se nos espaços habituais da unidade (sala, cozinha, pátio, corredor).
·         Antecipar situações e atividades cotidianas a partir de determinados indícios ou sinais.
·         Diferenciar noite e dia.
Relação com os companheiros
·         Conhecer todos os companheiros e os seus nomes.
·         Relacionar-se com os colegas.
·         Procurar o adulto para pedir ajuda quando os colegas o incomodam.
·         Afastar-se/reagir quando os colegas o incomodam.
·         Começar a compartilhar jogos e brinquedos com intervenção do professor.
·         Integrar-se nas atividades coletivas.



Relação com os professores e com outras pessoas adultas
·          Relacionar-se de forma afetuosa com a educadora.
·          Aceitar e compartilhar o professor com outras crianças.
·          Relacionar-se com outras pessoas adultas conhecidas da Unidade Educacional.
·          Ficar tranquila com outras professoras da Unidade Escolar.
·          Relacionar-se com outras pessoas adultas e conhecer suas funções: cozinheira, responsável pela limpeza.
·          Comunicar suas necessidades, emoções, preferências para o professor e pessoas adultas.
·          Aceitar as propostas do professor.
Hábitos sociais e de convivência
·         Conhecer as normas básicas do grupo.
·         Atender as solicitações do professor.
·         Começar a compartilhar os objetos, os espaços e atenção do professor.
·         Colaborar para guardar os brinquedos.
·         Saber fazer pedido.
·         Participar das atividades do grupo.
·         Saber onde estão os materiais da sala.
·         Cuidar dos materiais com ajuda dos professores.
·         Solicitar e aceitar ajuda quando é necessário.
Experimentação e exploração do ambiente
·         Mostrar-se observadora e fazer perguntas sobre os objetos, situações, pessoas e fenômenos naturais.
·         Manipular os objetos (agrupando, batendo, empilhando, etc.) cada vez mais com finalidade concreta.
·         Concentrar-se por curto período, nos jogos que faz sozinha (quebra-cabeça, construção, de montar, mosaicos, encaixes).
·         Brincar espontaneamente nos cantinhos, jogos simbólicos (casa, loja, escritório, cabeleireira, etc.).
·         Identificar seus objetos pessoais, habituais do seu ambiente e a sua
 função.
·         Nomear e explicar as experiências pessoais.
·         Reconhecer os diferentes cantinhos de atividades/jogos na sala e pátio.
·         Observar e reconhecer alguns fenômenos naturais.
·         Explorar diferentes objetos, suas propriedades e relações simples de causa e efeito.
·         Nomear e reconhecer com ajuda do professor, alguns objetos, animais e plantas que fazem parte da cultura
·         Manifestar interesse em participar das festas celebradas na Unidade Escolar envolvendo histórias, brincadeiras, jogos e canções que digam respeito às tradições culturais
·         Reconhecer e falar sobre as figuras mais representativas das manifestações tradicionais, coelho, Papai Noel.


Nenhum comentário:

DIA D 2014 SUGESTÕES

MENSAGEM: FALAR COM DEUS

MENSAGEM PARA REUNIÃO PEDAGÓGICA

FLEXIBILIZAÇÃO CURRICULAR