Seguidores

13 de jun de 2013

O PLANEJAMENTO


CADERNO

DE ANOTAÇÕES DIÁRIAS 

DO PROFESSOR
  2013

 CICLO_______________ DE ALFABETIZAÇÃO.    ANO: __________
PROFESSOR (A):_________________________________________________________.

ESCOLA MUNICIPAL “HIGINO GUERRA”

O PAPEL DO PROFESSOR:

·        Acreditar nas potencialidades dos alunos;
·        Aplicar a metodologia diversificada ou prevista na linha escolhida coletivamente;
·        Conduzir o trabalho didático, planejando-o com antecedência;
·        Garantir aprendizagens significativas;
·        Acompanhar o desempenho dos alunos, analisando seu desenvolvimento e buscando soluções;
·        Realizar a recuperação com os alunos que necessitarem;
·        Fortalecer a auto estima dos alunos;
·        Possibilitar-lhes o sucesso nas atividades
·        Definir o grau de promoção.
·        Ser um grande observador e um grande animador;
·        Desfazer rótulos;
·        Dar importância a todas as perguntas e respostas e usar sempre expressões como:

__ VOCÊ CONSEGUIU...   ___ NÓS CONSEGUIMOS...    ___ VAMOS NOS APLAUDIR....



ESCOLA MUNICIPAL “HIGINO GUERRA”

  “ Como educadores temos a chave do futuro em nossas mãos e consequentemente a chave da humanidade”.
         “Educar para e pela cidadania”.
   Para tanto devemos:
   a)- Trabalhar com Projetos e temas que proporcionem um ensino interdisciplinar, com a perspectiva de melhor usarmos os espaços e tempo na escola, uma vez que : Observações, sondagens, sistematização, tabulação e interpretação e análise de dados são etapas essenciais para se alcançar melhores resultados nos esforços humanos.

    b)-  VALORES CÍVICOS e ATITUDES...
           Infelizmente, nos dias atuais não se tem uma preocupação efetiva com uma educação de valores morais e cívicos  --  “A primeira coisa que um cidadão precisa é civismo e não pode haver Pátria, verdadeira Pátria, onde os cidadãos não se preocupam com problemas sociais políticos e democráticos.”
                                                     Unamuno  (1864  -  1936 ) -  Solilóquios e conservações.


     C)- TEMPO INTEGRAL :  para os alunos que estão na Zona Proximal de desenvolvimento (Programa Veredas) – pois  com mais um pouco de esforço e ajuda conseguirão se integrar ao Ciclo no qual precisa estar inserido sem ser preciso retê-lo ou que o mesmo venha abandonar a escola por falta de entusiasmo e conhecimento.


    D)- Recursos Humanos e financeiros – e - ou  parcerias com a comunidade e família para trabalhar com esses alunos em salas que porventura estejam ociosas em alguma escola, onde os mesmos  participarão de atividades lúdicas:
·         Brincando e aprendendo;
·         Brinquedoteca;
·         Educação Artística (Em todos os seus segmentos);
·         Trabalho com jornais revistas;
·         Teatro;  rádio;
·         Músicas;
·         Melhorar relacionamento  e integrar as escolinhas de esportes e outros com a s escolas para um melhor aproveitamento;

  e)- Proposta Pedagógica: (PPE)-  Uma proposta educacional clara que contemple ações voltadas para a construção das propostas pedagógicas das escolas com:
·         Recursos financeiros para atender a demanda do PPE;
·         Orientações claras, bem fundamentadas para haver um trabalho coletivo;
·         Instituição de tempo para discussão de propostas, projetos, pesquisas de campo e outros;
·         Acompanhamento pela secretária do processo de trabalho de cada escola, e percebendo os problemas venha de uma maneira satisfatória contribuir para o sucesso da mesma, se não total pelo menos parcial...
·         Avaliação contínua dos desdobramentos que o trabalho vai tomando em função do próprio processo de construção da proposta que é permanente e resulta numa contínua negociação entre a administração central e a administração da escola, os professores, os alunos, os pais e outros membros da sociedade local

    f)_ Fortalecer os Conselhos escolares em todos os sentidos;

    G)- Encontros periódicos dos supervisores com a coordenadora Pedagógica para:
·         Planejar propostas para o aperfeiçoamento e qualidade do ensino;
·         Buscar soluções para os desafios encontrados no ensino - aprendizagem dos alunos;
·           Projetos e planejamento interdisciplinar para:
-          Executar atividades extra – classe;
-          Pesquisas;
-          Instrumentos efetivamente que venham contribuir para avaliações que provoquem o replanejamento necessário;
-          Elaborar critérios para classificação ( de acordo com a Lei) e reclassificação
-          Elaborar meios para articulação e integração dos profissionais efetivando o trabalho coletivo;
     “Após estas reuniões haverá  sempre atividades e subsídios que ajudarão professores a desenvolver um trabalho voltado para recuperar, integrar e resgatar o educando. Para isso, precisamos de 2 horários semanais livres para estarmos conversando, trocando idéias, planejando, confeccionando materiais, atividades extra – classe e outros, juntamente com supervisores, colegas, diretor e coordenador pedagógico da Secretaria municipal de educação, pois só com  um trabalho coletivo, conseguiremos realmente um  ensino de qualidade.

______________________________________________________________________________
PLANO DE ENSINO                 

             Os dois grandes males que debilitam o ensino e restringem seu rendimento são:  a rotina sem inspiração nem objetivos, a improvisação dispersa, confusa e sem ordem. O melhor remédio contra esses dois grandes males é o “PLANEJAMENTO.”

         Entre os problemas atuais do ensino, consta a falta de um adequado planejamento de ensino. A falta de um adequado planejamento significa por acaso que os atuais professores não sabem o que vão ensinar no ano seguinte? Que procede à base de improvisação constante? Que não prevêem  os resultados que obterão com o seu ensino?
         Por observações esse não é o caso. A grande maioria dos professores preparam suas matérias, tem idéia do que vai ensinar e tem uma certa idéia dos resultados em termos de alunos aprovados ou não e em termos de cobertura  completa  e incompleta da matéria. Então onde está o problema?

         O problema básico é que os critérios do planejamento de ensino, atualmente empregado por muitos professores são inadequados.

         Imaginemos um professor novo, com responsabilidade de ministrar aulas na 4ª série ou Fase IV do Ciclo complementar de Alfabetização, de língua Portuguesa. Que passos ele dá para planejar o curso?
1-      Revisa o programa utilizado pelo professor anterior  -  2- Depois vai à Biblioteca da Escola e à sua própria e traz  todos os livros de língua portuguesa que encontrar.  3- Tenta lembrar como foi dada atividades de língua portuguesa quando foi aluno.; 4- Consulta os livros e anota os conhecimentos que “devem” ser incluídos (em geral começa sua lista pela noções mais gerais e teóricas e pouco a pouco entrando das aplicações).

Compare a seqüência acima com sua própria maneira de planejar seu curso. Faça uma autocrítica sincera. Só depois de fazer isso leia o que se segue:

O problema é que em momento algum o professor se lembrou do aluno, ele só levou em conta o conteúdo, os conhecimentos que ele, o professor, vai ensinar. Não pensou em que coisas ele deseja conseguir que o aluno faça. Não incluiu no seu programa as experiências que  os alunos deve viver para aprender. Aprender de uma forma ativa, criativa que desenvolva sua pessoa inteira e não somente seus conhecimentos sobre conteúdos.
         Um Planejamento qualquer compreende uma série de fases, que se aproxima daqueles métodos comuns de pesquisa:
1-      Definição e equacionamento preliminar do problema;
2-      Elaboração das diretrizes básicas do planejamento;
3-      Fixação inicial dos objetivos;
4-      Colheita preliminar de dados; 
5-      Estabelecimento de projeções e provisões;
6-      Análise, discussão de dados;
7-      Apresentando  alternativas ou opções;
8-      Integração de planos parciais, desdobramento em planos derivados ou replanejamento geral.
“Concluindo:  o planejamento, ele traduz-se por um documento de execução chamado plano que, conforme o grau de detalhe em relação ao nível considerado, poderá ser denominado de programa, operação, tarefa etc”.


O planejamento deve estar presente em to-
      das as atividades escolares. É a etapa mais
      importante do projeto pedagógico, porque é
      nesta etapa que as metas  são  articuladas
      à estratégias e ambas são   ajustadas às
       possibilidades  reais. Existem três tipos
        de planejamento:
* Plano da Escola
** Plano de Ensino
*** Plano de Aula

O Plano da Escola traz orientações
   gerais que vinculam os objetivos da
escola ao sistema educacional.
O Plano de Ensino se divide em
    tópicos que definem metas, conteúdos
e estratégias metodológicas de um
período letivo.
O Plano de Aula é a previsão de
      conteúdo de uma aula ou um conjunto
 de aulas.

Planejar requer:
- Pesquisar sempre;
­- Ser criativo na elaboração da aula;
- Estabelecer prioridades e limites;
- Estar aberto para acolher o aluno e
 sua realidade;
       - Ser flexível para replanejar
sempre que for necessário.
Ao planejar devemos considerar:
   # As características e necessidades de aprendiza-gem dos alunos;
  # Os objetivos educacionais da escola e seu projeto pedagógico;
  # O conteúdo de cada ano de escolaridade;
  # Os objetivos e seu compromisso com o ensino;
  # Os tipos de atividades: introduzir, trabalhar,
consolidar, retomar e avançar/aprofundar;
 # O conhecimento teórico que norteam os rumos da aprendizagem.
Planejamento  Bimestral                        Arte
           Ciclo  da Alfabetização  2013

Capinópolis -  2013



Escola Municipal Higino Guerra
de Ensino Fundamental de 9 anos
                       Ciclo da Alfabetização
2º  Ano de  Escolaridade
                                     Diretora: Maria aparecida da Silva Costa
                      Supervisora: Eunice Mendes de Oliveira
                      Professores:  Grauce, Luciana e Maria  Betânia


ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA         -  DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
PLANEJAMENTO  DE  ARTE -  1º BIMESTRE
PROFESSORAS: Grauce, Luciana e Maria Betânia- 1º ANO DE ESCOLARIDADE  -TURNO: Vespertino             
OBJETIVOS
CONTEÚDO
EIXO
BIBLIOGRAFIA
DETALHAMENTO
DESCRITOR
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO

·         Desenvolver artes visuais na criança;

·         Conhecer cores primárias e formas geométricas;

·         Valorizar a arte e a produção artística na criança;

·         Interagir com materiais, instrumentos e procedimentos variados (artes visuais, dança, música, teatro) experimentando-os, conhecendo-os de modo a utilizá-los nos trabalhos pessoais.

·         Conhecer e adquirir hábitos e procedimentos específicos para  desenvolver a aptidão artística do educando;


·         Desenvolver a sensibilização motora;

·         Desenvolver o esquema corporal e o gosto pela música;


·         Edificar uma relação de autoconfiança com a produção artística pessoal e conhecimentos estéticos, respeitando a própria produção dos colegas, no percurso de criação que abriga uma multiplicidade de procedimentos e soluções

1º BIMESTRE
PROJETO – 
Todos contra a dengue; trabalho.
Com  sucata”

PROJETO – 
Saúde na alimentação;
“teatro”;

Elementos básicos:
- ponto; forma; volume; plano; textura; luz; linhas;

* Elementos expressivos:
-desenhos; pinturas
Esculturas, gravuras, etc


ARTES VISUAIS
 Arte e o belo: Conceitos e elementos (mensagem, beleza, harmonia e equilíbrio);
 * Contemplar o belo na concepção africana; (março)






Dança: improvisadas e coreografadas, e danças rituais da cultura africana e indígena
1 – Artes Visuais
1.1          Reconhecer nos seres, objetos e paisagens naturais e artificiais ,características expressivas das artes visuais.

1.2   Experimentar, selecionar
e utilizar diversos suportes,
materiais e técnicas
artísticas a fim de se
expressar e se comunicar
em artes visuais

1.3– Criar e recriar produções artísticas plásticas, a partir de estímulos diversos como a ação, a emoção e a observação de modelos naturais e artificiais e a apreciação de obras de arte.

1.3   Apreciar suas produções visuais e as dos colegas por meio de observação, narração, descrição e interpretação de imagens e objetos.



1.5 Desenvolver habilidades
De elaborar registros
Pessoais para a
Sistematização das
experiências vivenciadas.
·         MATRIZ CURRICULAR

LIVROS
DIDÁTICOS E PARADIDÁTI
COS;

·         INTERNET;
·         Livro integrado

– Antônia Regina Gonçalves.

Artes visuais:
Características expressivas presentes em: pinturas; desenhos; esculturas; gravuras;  paisagens
naturais e artificiais; fotografias; produções informatizadas, outros.
Elementos básicos: ponto; plano; textura; forma; volume; luz; linhas.
Percepção das variações de cores, texturas, formas e luminosidade
. Estudo das cores (cores primárias, secundárias, terciárias, cores frias e cores quentes), suas diversas
representações presentes na natureza.
Seleção, manipulação e utilização de:
- Suportes: referências bibliográficas, visuais e audiovisuais.
- Materiais: papéis, tecidos, metais, plásticos, pincéis, lápis, giz de cera, tintas, sucatas e outros.
- Técnicas artísticas:
°Desenho (lápis de cera, sobre lixa e impressão de folhas).
pintura (com rolos, peneira, barbante, papel dobrado e outros)
colagens (com papel, fitas, sementes, pó de serragem, vidros, areia e outros).
esculturas (madeira, barro e outros).
°Dobraduras.
°Recortes.
Formas plásticas e visuais em espaços diversos (bidimensional, isto é, duas dimensões – largura e
altura e tridimensional, isto é, três dimensões – largura, altura e volume).
Colagem de figuras sólidas (bidimensionais e tridimensionais) construindo objetos diversos (animais,
formas humanas e outros).

Contato sensível com obras produzidas para identificar, através da observação, leitura e análise:
- Características;
- Técnicas e procedimentos artísticos presentes nelas;
- Títulos;
- Elementos utilizados como ponto, linha, forma, cor e textura;
- Autor ou produtor
·         Cantos
·          Desenhos (usando cores primárias e formas geométricas);

·         Confecção de lembrancinhas;
·         Estruturas;
·         Fotografias;
·          Dobraduras
·         Pinturas
·          Recorte

·         Colagem com papel  de cores primárias;

·         Colagem de papel de cores variadas;

·          Edificar uma relação de autoconfiança com a produção artística pessoal, musical  e conhecimentos estéticos, respeitando a própria produção dos colegas, no percurso de criação que abriga uma multiplicidade de procedimentos e soluções.

SUGESTÕES DE GÊNEROS TEXTUAIS
2º ANO
1- Carta
2- Fábulas
3- Convite
4- E-mail
5- Notícia
6- Bulas
7- Rótulos e embalagens
8- Lista Telefônica
9- Reportagem
10- Anúncios
11- Contos de Fadas
12- Avisos
13- Piada
14- Propaganda
15- Conto
16- Reconto
17- Paródia.
Diagnóstico

•Auto- avaliação.

•Comportamento, Aspectos sócio-afetivos (participação, assiduidade, etc...);
• Pesquisas (individuais e grupo).

•Participação e responsabilidade.
• Portfólio.

•Elaboração de fichas de critérios de avaliações.
• Avaliação escrita.
Professora: ___________________________________Supervisora: ___________________________________Diretora: ____________________________.

ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA         -             DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
PLANEJAMENTO  DE  ARTE  -  2º BIMESTRE
PROFESSORA:  Grauce, Luciana e Maria Betânia -    1º ANO DE ESCOLARIDADE  -  TURNO: Vespertino

OBJETIVOS
CONTEÚDO
EIXO
BIBLIOGRAFIA
DETALHAMENTO
DESCRITOR
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO

·        Desenvolver a sensibilização motora;

·        Desenvolver o esquema corporal e o gosto pela música;

·         Edificar uma relação de autoconfiança com a produção artística pessoal e conhecimentos estéticos, respeitando a própria produção dos colegas, no percurso de criação que abriga uma multiplicidade de procedimentos e soluções.



MÚSICA
 Conhecer obra musical de diversos gêneros, estilos, épocas e culturas, da reprodução musical brasileira e de outros povos países.

PROJETO
Álbum de reproduções artísticas.

MÚSICA
Influência da cultura africana e indígena na música, nos hábitos, na alimentação brasileira.

ARTES CÊNICAS
 *mímica e dramatização de músicas de variados gêneros, estilos e épocas e culturas ( indígena e africana ).
 * Jogos, brincadeiras e cantigas de roda.

Continuar - Elementos básicos:
- ponto; forma; volume; plano; textura; luz; linhas;



Elementos expressivos:
-desenhos; pinturas
Esculturas, gravuras, etc


Mostra cultural:
Festa junina;
Dança;
Cultura do homem do campo;
Quadrilha;
Brincadeiras;
Dia das mães

ARTES VISUAIS
 *Imagens, fotografias, gravuras, vídeo, cinema, focalizando a cultura Brasileira e outras culturas de outros povos, etc.
 *Apreciação e observação das suas produções e das produções dos outros.

MÚSICA
2.1 Perceber os sons ambientes (vozes, corpos e materiais sonoros), associando-se à fonte

2.2 – Reconhecer diferentes gêneros musicais

2..3 – Perceber e distinguir diferentes ritmos em músicas infantis, do repertório regional e nacional.

2.4- Elaborar formas de registro para documentar
As experiências
Sonoras vivenciadas.

2.5- Elaborar formas de registros pessoais para a sistematização das danças vivenciadas em diferentes grupos socioculturais  (percepção, criação /  produção, comunicação / representação, análise e registro)

·        

·         MATRIZ CURRICULAR

LIVROS
DIDÁTICOS E PARADIDÁTI
COS;

·         INTERNET;
·         Livro integrado

– Antônia Regina Gonçalves
Identificação e diferenciação dos sons (corporais e ambientais). Parâmetros do som (altura, intensidade) e Ritmo (ritmo do corpo e da linguagem).

Percepção de sons musicais a partir de instrumentos tradicionais e alternativos (construídos com diferentes materiais ou reciclados).

Percepção da origem e da direção dos sons.

Audição de músicas que exploram sons da natureza, sons de instrumentos musicais e composições clássicas.






Conhecimento de várias canções:
- Ninar ou acalanto;
- Roda e cirandas;
- Populares;
- Folclóricas;
- Religiosas;
- Cívicas;
- Modernas e outras

Conhecimento de vários ritmos musicais:
- Forró
- Samba
- Hip Hop
- Maracatu
- Frevo e outros

Elaboração de pequenos relatórios, portfólios ilustrados com desenhos e outros.

Diferentes características das danças pertencentes a outros grupos socioculturais:
Afro-descendentes, indígenas, imigrantes (alemão, italiano, português, japonês e outros).

Descrições,fotografias, gravações, portfólios, desenhos e outros
Música:
·         Deve ser um trabalho significativo para o desenvolvimento dos alunos em sua capacidade de perceber diferentes sons: sons da voz, do meio ambiente, de instrumentos conhecidos e de outros materiais;
·         Explorar diversos gêneros musicais: ninar, roda e ciranda, cirandinha popular, folclórica, religiosa, cívica, moderna e outras;








MÚSICA
 *Reconhecimento e utilização expressiva
, em contextos musicais das diferentes características geradas pelo silêncio e pelos sons: altura (graves ou agudos) duração (curtos e longos), intensidade (fracos ou fortes) e timbre.

* Jogos sonoro-musicais: onomatopéias, parlendas, trava-línguas, paródias, histórias cantadas, cantigas de roda, acalantos, canto coral, jogral, outros.
Composição: letra, música (melodia).

Expressão: entonação, afinação e ritmo.

Diagnóstico

•Auto- avaliação.

•Comportamento, Aspectos sócio-afetivos (participação, assiduidade, etc...);

• Pesquisas (individuais e grupo).

•Participação e responsabilidade.

• Portfólio.

•Elaboração de fichas de critérios de avaliações.

• Avaliação escrita.

• Atividades cênicas.

• Pesquisa.

• Auto – avaliação.

•Observação direta.

•Exposições.


• Atividade no caderno de arte.

Professora: ___________________________________Supervisora: ___________________________________Diretora: ____________________________.
ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA         -             DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
PLANEJAMENTO  DE  ARTE  -  3º BIMESTRE
PROFESSORA: Grauce, Luciana e Maria Betânia -   1º ANO DE ESCOLARIDADE  -  TURNO: Vespertino
OBJETIVOS
CONTEÚDO
EIXO
BIBLIO
GRAFIA
DETALHAMENTO
DESCRITOR
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO

·         Estimular a sensibilidade artística dos alunos através da arte.

·          Compreender e saber identificar a arte como fato histórico contextualizando com diversas culturas.

·         Experimentar a plasticidade de sue corpo;

·         Inventar sequencia de movimentos;

·         Explorar sua imaginação e espaço físico, o que contribui para o seu crescimento individual.


Formas dramáticas – movimentos corporais e expressões faciais (para representar ideias e
Sentimentos).
Jogos dramáticos ou não com base em histórias do repertório infantil.
Acompanhamento de diferentes ritmos com o corpo (intenso – moderado – lento) explorando
Todos os planos de ação do movimento (alto, médio, baixo), elaborando e explicitando diferentes
interpretações diante de diversos timbres (intensidade) de sons.
Coreografias (solo-individual ou pequenos grupos) que expressem sentimentos e sensações
(medo, coragem, amor, raiva, etc.) identificando-as em ações pessoais ou em ações de outras
pessoas e no contexto escolhido.
Movimentos em duplas ou grupos contrapondo qualidade de movimentos: leve e pesado, rápido e lento, direto e sinuoso, alto e baixo.
Agilidade, equilíbrio e coordenação.

Características da dança: número de participantes, ritmo, significado da dança, papeis, funções e movimentos durante a prática.
Noções básicas de estrutura e funcionamento do corpo.
Exploração do próprio corpo: postura, lateralidade, locomoção e respiração.
Noções de direção e movimento: horizontal, vertical, diagonal, para cima, para baixo e para os
lados.
Observação das características corporais individuais: a forma, o volume e o peso.
Conhecimento dos diferentes tecidos que constituem o corpo humano (pele, músculo e ossos)
Conhecimento e experimentação das possibilidades do corpo na dança: impulsionar, flexionar,
contrair, elevar, alongar, relaxar, etc., identificando-as em diferentes modalidades da dança.
Reconhecimento e realizações de movimentos do corpo e de suas partes, em diferentes posições, de acordo com as possibilidades individuais.
DANÇA

3.1 – Perceber e compreender a estrutura e funcionamento do corpo humano, como forma de expressão e comunicação

3.2 – Compreender as diferentes possibilidades de movimento do corpo na dança.

3.3 – Criar diferentes gestos a partir das danças vivenciadas, compreendendo a possibilidade de transformação da expressão corporal

3.4 – Identificar as principais características das danças apreciadas e vivenciadas em diferentes grupos socioculturais.

3.5 - Elaborar formas de registro pessoais para a sistematização das danças vivenciadas em diferentes grupos socioculturais.




MATRIZ CURRICU
LAR

LIVROS
DIDÁTI
COS E PARADI
DÁTICOS;

INTERNET;
Livro
integrado

– Antônia Regina Gonçalves


Guia do Alfabetizador

Caderno de Boas Práticas do Professor.
Coreografias (solo – individual ou pequenos grupos) que expressem sentimentos e sensações (medo, coragem, amor, raiva, etc), identificando-os em ações pessoais ou em ações de outras pessoas e o contexto escolhido.

Movimentos em duplas ou grupos opondo qualidade de movimentos: leve e pesado, rápido e lento, direto e sinuoso, alto e baixo.

Comunicação por meio dos gestos, dos movimentos, das danças folclóricas e populares: locais, regionais, nacionais

Características da dança: número de participantes, ritmo, significado da dança, papeis e funções durante a prática, movimentos, outros.

Diferentes características das danças pertencentes a outros grupos socioculturais: afro-descendentes, indígena, imigrantes (alemão, italiano, português, japonês e outros).




Descrições, fotografias, gravações, portfólios, desenhos e outros.

– Dança
Continuar:
Elementos básicos:
- ponto; forma; volume; plano; textura; luz; linhas;

Elementos expressivos:
-desenhos; pinturas
Esculturas, gravuras, etc

 * Mosaicos, jogos lúdicos, dobraduras e sucatas.
 * Artesanatos, “conforme o gosto da criança;

Dança:
·         Experimentar a plasticidade de seu corpo,
·          inventar sequencia de movimentos,
·         explorar sua imaginação e espaço físico, o que contribui para o seu crescimento individual.
·         As manifestações culturais devem ser valorizadas pelo professor e inseridas o repertorio dos alunos, pois são parte da riqueza cultural dos povos


·         Dança:
·         Agilidade, equilíbrio e coordenação.





·          Dançando  com fantoches e dedoches ...
Dramatização usando a interdiciplinaridade





·         .Identificar  as
Principais características
Das danças
Apreciadas e
Vivenciadas em
diferentes 
grupos socioculturais.
Diagnóstico

•Auto- avaliação.

•Comportamento, Aspectos sócio-afetivos (participação, assiduidade, etc...);

• Pesquisas (individuais e grupo).

•Participação e responsabilidade.

• Portfólio.

•Elaboração de fichas de critérios de avaliações.

• Avaliação escrita.

• Atividades cênicas.

• Pesquisa.

• Auto – avaliação.

•Observação direta.

•Exposições.


• Atividade no caderno de arte.

Professora: ___________________________________Supervisora: ___________________________________Diretora: ___________________________
ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA  -    DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
PLANEJAMENTO  DE  ARTE -  4º BIMESTRE
PROFESSORA:  Grauce, Luciana e Maria Betânia-   1º ANO DE ESCOLARIDADE  -    TURNO: Vespertino
OBJETIVOS
CONTEÚDO
EIXO
BIBLIOGRAFIA
DETALHAMENTO
DESCRITOR
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO

Teatro
·         Desenvolver a capacidade expressiva corporal, fácil e gestual, no plano individual e coletivo.
Mediar a vivencia de experiências estéticas ricas e contextualizadas

·         Interagir com materiais, instrumentos e procedimentos variados (artes visuais, dança, música, teatro) experimentando-os, conhecendo-os de modo a utilizá-los nos trabalhos pessoais.

·         Conhecer e adquirir hábitos e procedimentos específicos para  desenvolver a aptidão artística do educando;

·         Edificar uma relação de autoconfiança com a produção artística pessoal e conhecimentos estéticos, respeitando a própria produção dos colegas, no percurso de criação que abriga uma multiplicidade de procedimentos e soluções.


4º BIMÉSTRE
Participação em jogos teatrais (estimulam a relação com o outro, a criatividade, a expressividade do
corpo, a desenvoltura e a concentração).
Jogos teatrais:
- Mímica.
- Dito popular.
- Profissões.
- Troca de máscaras, outros.

Inter-relação de personagem: amor, ódio e outros.

Assistir as manifestações artísticas teatrais em diversas modalidades e gêneros.


Modalidades: máscaras, fantoche boneco, sombra, pantomima, etc.
Gêneros: comédia, drama, trama, tragédia e musical.

Descrições, pequenos relatórios, fotografias, gravações, portfólios, desenhos e outros.

Elementos básicos:
- ponto; forma; volume; plano; textura; luz; linhas;


Elementos expressivos:
-desenhos; pinturas
Esculturas, gravuras, etc

PROJETO –
Natal para todos;


ARTES VISUAIS

Trabalhos artísticos sobre o dia do Natal;
Apreciação e observação das suas produções e das produções dos outros.

4 - Teatro

4.1 – Identificar as habilidades necessárias ao desenvolvimento das expressões corporais: facial / gestual, e sua conjugação com vocalizações e sons.

4.2 – Observar, apreciar e analisar trabalhos em teatro realizados por grupos diversos.

4.3 – Conhecer as diversas possibilidades teatrais.


4.4 – elaborar registros pessoais para sistematização das experiências observadas e vivenciadas (percepção, criação/produção, comunicação / representação, análise e registro).




·        
·         MATRIZ
CURRICULAR

LIVROS
DIDÁTICOS E PARADIDÁ
TICOS;

·         INTER
NET;
·         Livro integra
do

– Antônia Regina Gonçalves
·         Guia do Alfabetizador.
·   Caderno
de boas práticas do professor.
; Teatro
·         Desenvolver a capacidade expressiva corporal, fácil e gestual, no plano individual e coletivo.
·         Mediar a vivencia de experiências estéticas ricas e contextualizadas;
 


Experimentar o teatro com
o corpo, identificando as habilidades necessárias ao
desenvolvimento
das expressões: facial, gestual e sua
conjugação com
vocalizações e sons.





*- Compreender e apreciar
as diversas possibilidades
teatrais produzidas pelas
diferentes culturas;

-Elaborar formas
de registro pessoais para a
sistematização
das experiências observadas e
vivenciadas.


·         Agilidade, equilíbrio e coordenação.
·         Teatrinhos com fantoches e dedoches ...
·         Dramatização usando a interdiciplinaridade;
·         TEATRO:

·         - Assistir e criar manifestações artísticas teatrais em diversas modalidades e gêneros.

·         Modalidades:

·         Máscara, fantoches, bonecos, sombras, pantomima, etc

·         Gêneros:
·         Comédia, drama, trama, tragédia e musical;
Habilidades necessárias para o teatro: atenção, observação, concentração, cooperação, diálogo, respeito mútuo, flexibilidade de aceitação das diferenças.
Teatro: a história mostrada, a representação cênica feita no palco, a interpretação dos atores, sonoplastia (música e efeitos sonoros), cenografia e contraregragem (confecção da estrutura e elementos que fazem parte do cenário e sua decoração ambiente), iluminação teatral, figurino e adereços de personagens da peça teatral.
Teatro (infantil) feito por atores, bonecos, pantomimas, máscaras, sombras, outros.
Elaborar registros pessoais para sistematização das experiências observadas e vivenciadas (percepção, criação/produção, comunicação/representação, análise e registro)
Diagnóstico

•Auto- avaliação.

•Comportamento, Aspectos sócio-afetivos (participação, assiduidade, etc...);

• Pesquisas (individuais e grupo).

•Participação e responsabilidade.

• Portfólio.

•Elaboração de fichas de critérios de avaliações.

• Avaliação escrita.

• Atividades cênicas.

• Pesquisa.

• Auto – avaliação.

•Observação direta.

•Exposições.


• Atividade no caderno de arte.

Professora: ___________________________________Supervisora: ___________________________________Diretora: ____________________________.



ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA
     DIRETORA: MARIA APARECIDA DA SILVA COSTA

Planejamentos 2013
                               2º  ANO DE ESCOLARIDADE
( Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, Geografia , Arte.)
PROFESSORAS: Suely, Bibiana e Núbia.
Supervisora: Eunice Mendes de Oliveira.


ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA         -             DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
PLANEJAMENTO  DE  CIÊNCIAS  -  1º BIMESTRE
PROFESSORAS: Suely, Bibiana e Núbia  -    2º ANO DE ESCOLARIDADE  -  TURNO: Vespertino

EIXO
OBJETIVOS/ CAPACIDADES
CONTEÚDO/UNIDADE/SUBUNIDADE
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO
BIBLIOGRAFIA
1-AMBIENTE E VIDA
1.1- Construir conceitos inicias de meio ambiente.
Meio ambiente
1.2- Identificar e registrar as semelhanças e diferenças entre
os diversos ambientes.

1.3- Reconhecer que um ambiente é composto por seres vivos e não vivos.
1.4- Relacionar a diversidade de ambientes com a diversidade de seres vivos.


T
1.5- Reconhecer as características dos seres vivos que os
capacitam a viver em determinados ambientes.
R T
1.6- Reconhecer a importância da classificação de seres
vivos e os vários modos de classificá-los.



1.7- Reconhecer a importância da interação dos seres vivos
entre si na manutenção do equilíbrio ambiental.
Classificando vegetais

- Perceber características externas ao seu corpo
- Identificar os aspectos que influenciam o sexo, idade, semelhança e diferenças;
- Identificar e localizar partes do corpo em si mesmo e em outras pessoas;
- Utilizar termos como cabeça, tronco, membros, etc. para dar nomes às partes do corpo;
- Reconhecer que os seres humanos tem 5 sentidos e que é possível descobrir sobre o mundo que nos cerca por meio deles;
- Identificar os sentidos: paladar, visão, audição, tato. Localizando os órgãos a eles relacionados;
- Reconhecer e valorizar hábitos de higiene relacionados à saúde e ao bem estar próprios e também ao bem estar da sua comunidade.
* Verificar a dependência entre os
seres vivos;
*Identificar algumas construções no reino animal;
Observar o habitat de alguns  animais;                     
*Reconhecer que os animais ge
ralmente se deslocam pelo ambi
ente em busca de alimento e que
aqueles que vivem presos a algu
ma superfície movem uma ou
mais partes do corpo para se ali
mentarem;       
*Rever e ampliar o conhecimento que construíram até o momento sobre o tamanho e a forma dos animais;
* Perceber como funciona a cadeia alimentar  (Introduzir)
* Reconhecer que os animais se
alimentam de outros seres ou de
de apenas partes dos mesmos;
*Diferenciar animais vertebrados e animais invertebrados
* Reconhecer grupos/classe de            
animais                  
* Perceber a importância das plan
tas na nossa alimentação;
-Perceber a importância das
Vitaminas para a nossa saúde;             
*Observar o ambiente preferido
 por algumas plantas bem como
algumas diferenças entre plantas e diferentes ambientes;
- Identificar as partes da planta;
- Saber que existe uma diversidade de plantas;
- Reconhecer a presença das plantas no dia – a – dia;
- Valorizar hábitos de higienização das plantas antes de consumi-las;
- Conhecer alguns cuidados com as plantas;
(1º BIMESTRE)
EIXO 2- SER HUMANO E SAÚDE
RT
2.2– Perceber e constatar que o corpo humano percebe os estímulos do meio através dos órgãos dos sentidos.
1-VIVER E SENTIR
1.1- Muito prazer em conhecer você;
1.2- De corpo inteiro;
1.3- Percebendo o mundo;
1.4- Pela pele;
1.5- Com os olhos abertos;
1.6- De orelha em pé!
1.7- Sentindo cheiros;
1.8- Sabores;
1.9- Cuidando da alimentação;
T
- Conceito de meio ambiente.
- Seres vivos e não vivos.
- Diversidade ambiental.
- Diversidade de seres vivos.
- A vida nos diversos ambientes.
- As relações existentes entre os seres vivos nos diversos ambientes.
- Seres vivos e não-vivos.
- Diversidade ambiental.
- Diversidade de seres vivos.

- Características adaptativas dos seres vivos em relação ao meio ambiente em que vivem.
RT
Classificando animais
- Pelo lugar onde vivem - faunas típicas, locais, regionais e de outras regiões da Terra.
- Pela obtenção de oxigênio – respiração animal.
- Pela maneira de conseguir alimento – seres vivos que não produzem seu próprio alimento e precisam se alimentar de outros animais – heterótrofos.- Respiração animal.- Sustentação do corpo – vertebrada (peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos) e invertebrado.
 – corpo mole, corpo duro, que voam, que nadam,que vivem na terra, dentro da terra, e na água doce ou salgada.
- Microrganismos
 – fungos e bactérias e a importância para a saúde humana.
R/T
Classificando vegetais
- Pela obtenção de alimento – autótrofo (noções de fotossíntese).
- Pela presença de flores, sementes e frutos.
- Pela presença sementes e ausência de frutos.
- Pela ausência de flores, frutos e sementes.
Principais órgãos dos sentidos: as orelhas, a pele, o nariz, os olhos, e a língua (audição, tato, olfato, visão e paladar).   RT
- Características externas e funcionais dos órgãos dos sentidos.
- Cuidados com os órgãos dos sentidos
- Pesquisa de campo;
- Relatos orais;
- Entrevistas;
- Observação do corpo humano;
- Exploração do corpo através de poesia, música, histórias;
- Construção de murais;
- Atividades físicas e xerocadas;
- Jogos relacionados aos órgãos dos sentidos;
- Trocar ideias sobre hábitos de higiene;
- Desenho do contorno do corpo.
- Atividades no Livro didático;
- Confecção de cartazes e murais;
- Músicas;
- Poesias;
- Textos diversos;
- Desenhos;
- Trabalho em grupo;
- Experiência de sementes e mudas de plantas;
- Atividades  xerocadas e mimeografadas;
- Carimbos, lousa.
EIXOS TEMÁTICOS:
         Meio ambiente;
         Diversidade cultural;
         Temas transversais
- Diagnóstica;

- Formadora;

- Processual e contínua;

- Observação

- Registro;

- Relatório;

- Apreciação e conclusão;

- Auto avaliação





Diagnosticar, verificar habilidades adquiridas para o domínio de novos conteúdos
Livro Didático de Ciências: Fazendo e Compreendendo;

- Matrizes Curriculares da SEE;

- Livros paradidáticos;


- Caderno de Boas Práticas do Professor;



·      Ciências Hoje (revistas);

Professora: _____________________________________ Supervisora: _______________________________ Diretora: _______________________________
ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA         -             DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
PLANEJAMENTO  DE  CIÊNCIAS  -  2º BIMESTRE
PROFESSORAS: Suely, Bibiana e Núbia  -   2º ANO DE ESCOLARIDADE  -  TURNO: Vespertino
EIXO
OBJETIVOS/ CAPACIDADES
CONTEÚDO/UNIDADE/SUBUNIDADE
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO
BIBLIOGRAFIA








1-AMBIENTE E VIDA






















1-AMBIENTE E VIDA




























INTRODUZIR E TRABALHAR
3.
TECNOLOGIA E
SOCIEDADE

RT1.8 - Observar e comparar diferentes tipos de solos, identificando seus elementos, suas propriedades e
utilização e sua importância para os seres vivos.






- Reconhecer que precisamos do ar, água e solo para vivermos;
*Valorizar cada um dos componentes do ambiente;     



R/T
1.9 – Reconhecer a importância do uso e técnicas adequadas no manejo do solo.
RT
,1.10 – Identificar o lixo como um dos principais agentes
poluidores do solo e pesquisar qual o destino dado ao
lixo produzido nas cidades.



RT
1.11 – Perceber a distribuição de água no planeta e   reconhecer a necessidade de preservação dos recursos  hídricos.



            IT
1.12 – Conhecer as propriedades da água, as mudanças de seu estado físico no ambiente, estabelecendo a relação entre transferência de calor e a mudança de estado físico

IT
1.13 – Compreender o ciclo da água no ambiente.




IT
1.14 – Reconhecer a necessidade de tratamento da
água usada para o consumo humano e para a
preservação do meio ambiente.


I
1.15 – Reconhecer as principais fontes poluidoras das
águas bem como as soluções tecnológicas, utilizadas
para resolver o problema.


IT
3.2 – Identificar os recursos tecnológicos utilizados no
tratamento da água e no cultivo do solo.

( 2º BIMESTRE)
2- JEITO DE VIVER

2.1- Investigando o ambiente;
2.2- Conhecendo uma árvore;
2.3- Quem planta o mato?
2.4- Vida de onça;
2.5- Patas e asas;
2.6- Pés e mãos;
O Solo:

O Solo:
R/T
- Componentes do solo: areia, argila e humo.
- Propriedades: porosidade, permeabilidade.
- Interferência de fatores abióticos no solo.
- Seres decompositores de matéria orgânica.
- A permeabilidade do solo e as consequências de sua alteração em ambientes naturais ou transformados pelo ser humano.
- Conservação do solo: irrigação, drenagem, reflorestamento, curva de nível,
rotação de cultura e de pastagem, correção do solo, adubação verde e outras.
O solo e o lixo:
- Tipos de lixo encontrados no solo: matéria orgânica, papel, metal, plástico, vidro e outros.
- Os destinos do lixo: lixões, aterros sanitários, incineração, compostagem ou biodigestão, e
coleta seletiva com reciclagem. As estações de tratamento do lixo.
- Problemas causados pelo lixo em grandes cidades.
Água:
- Distribuição da água no planeta.
- Tipos de água encontrados no ambiente.
- A importância da água para os seres vivos
- A importância da água para seres humanos.
Água:
- Propriedades e características da água
solvente universal.
- Características da água para consumo humano.
- Estados físicos da água
– sólido, liquido e gasoso.
- Transferência de calor e mudanças de estados físicos da água.
Água:
- Formação e chuvas – elementos do ambiente que interferem na sua formação.
- Como os seres vivos (vegetais e animais) eliminam água para o ambiente.
- O Arco-íris e a decomposição da luz branca.
- Função do pluviômetro.
- Destinos da água da chuva.
- Enchentes e inundações
IT
- Formas de obtenção, tratamento e distribuição da água tratada (princípio dos vasos comunicantes).- Formas de armazenamento de água.
- Destino das águas servidas nas cidades ou municípios.
I
- Tratamento de esgotos.
- Doenças de veiculação hídrica.
- Importância das ações junto a órgãos competentes na conquista do direito à água limpa e
tratada.- Soluções para evitar o desperdício da água.

IT

Água: - Recursos tecnológicos utilizados no tratamento da água.
Solo: - Tecnologia aplicada ao cultivo do solo.

Pesquisa de campo;
- Relatos orais;
- Entrevistas;
Atividades no Livro didático;
Atividade experimental: fazendo um modelo de solo compactado e outro de solo não compactado
- Confecção de cartazes e murais;
- Músicas;
- Poesias;
- Textos diversos;
- Desenhos;
- Trabalho em grupo;
- Experiências



Pesquisa de campo;
- Relatos orais;
- Entrevistas;


Atividades no Livro didático;
- Confecção de cartazes e murais;
- Músicas;
- Poesias;
- Textos diversos;
- Desenhos;
- Trabalho em grupo;
- Experiência
PESQUISAS.   
            PALESTRAS.  
                       
   TRABALHO EM EQUIPES.                   
APRESENTAÇÃO DAS EQUIPES.                   
  BUSCANDO SOLUÇÕES                
        . CARTAZES.                  
  OBSERVAÇÕES;                  
 .EXPERIÊNCIAS.                   
 VÍDEOS E  DVD'S                 
.REGISTROS E RELATÓRIOS              
 QUEBRA - CABEÇA.              
GRAVURAS                
 EXERCÍCIOS
Diagnóstica;

- Formadora;

- Processual e contínua;

- Observação

- Registro;

- Relatório;

- Apreciação e conclusão;

- Auto avaliação





Diagnosticar, verificar habilidades adquiridas para o domínio de novos conteúdos.





DISCUSSÃO E CONCLUSÕES













Diagnóstica;
- Formadora;
- Processual e contínua;
- Observação
- Registro;
- Relatório;
- Apreciação e conclusão;
- Auto avaliação

Diagnosticar, verificar habilidades adquiridas para o domínio de novos conteúdos
Livro Didático de Ciências: Fazendo e Compreendendo;

- Matrizes Curriculares da SEE;

- Livros paradidáticos;


- Caderno de Boas Práticas do Professor;



·      Ciências Hoje (revistas);
Avaliar numa perspectiva formativa implica estar atento à construção de conhecimentos conceituais, comportamentais e atitudinais de nossos alunos. Por isso é importante estar atento a todo o percurso do aluno enquanto aprende: suas ideias iniciais, aquelas apresentadas durante a investigação, à maneira que relaciona com os colegas, sua atitude investigativa e crítica, no decorrer da aula. Feitas estas considerações, propomos mais um momento para que os alunos sejam avaliados.
Peça que os alunos confeccionem um relatório científico sobre a atividade experimental desenvolvida, demonstrando a construção de conceitos importantes sobre a compactação do solo

Professora: _____________________________________ Supervisora: _______________________________ Diretora: _______________________________






ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA  -    DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
PLANEJAMENTO  DE  CIÊNCIAS-  3º BIMESTRE
PROFESSORAS: Suely, Bibiana e Núbia    -   2º ANO DE ESCOLARIDADE  -    TURNO: Vespertino
EIXO
OBJETIVOS/ CAPACIDADES
CONTEÚDO/UNIDADE/SUBUNIDADE
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO
BIBLIOGRAFIA




2- SER HUMANO E SAÚDE















3-TECNOLOGIA E SOCIEDADE









RT
2.0 – Reconhecer as partes externas do corpo humano, suas diferenças,  peculiaridades
e desenvolver algumas ideias para compreendê-lo como um todo integrado.











RT
2.1 – Reconhecer as transformações que ocorrem no
corpo humano durante o seu desenvolvimento iniciando a construção do conceito de ciclo de vida e noções de identidade.




RT
2.3 – Reconhecer os tipos de movimentos que as
partes do corpo podem realizar, conforme as
articulações.

(3º BIMESTRE)
3- O COMEÇO DA VIDA
3.1- Pé de feijão;
3.2- Plantar e crescer;
3.3- Por dentro do coco;
3.4- Vida de borboleta;
3.5- Pintinho novo;
3.6- Ninhada de gatos;
3.7- Nascer e mamar;
3.8- O começo de sua vida;
3.9- Gente é assim;

- Conhecimentos prévios sobre o corpo humano.
- Características morfológicas do corpo humano: partes externas do corpo humano.

- Características fenotípicas do corpo humano: altura, peso, cor, pele, cor dos olhos, impressão digital e outras.

- Funções vitais (batimentos cardíacos, respiração, excreção, temperatura, movimentos, reflexos).
- Diferenças físicas e de comportamento entre meninos e meninas.
- Diferenças afetivas e psicológicas entre os seres humanos.


- Características físicas dos alunos e as transformações ocorridas em seu corpo durante o seu
Desenvolvimento.
- Mudanças que ocorrem no corpo humano do nascimento ao envelhecimento.
- O ciclo de vida dos seres humanos.

RT
- Articulações e tipos de movimentos. (movimentação do próprio  corpo e do
corpo de dos colegas).
- As junções corporais (lugares do corpo movimentados por serem articulados) joelhos, ombros,
cotovelos,  pulsos, dedos, tornozelos.

Pesquisa de campo;
- Relatos orais;
- Entrevistas;
PESQUISAS.   
            PALESTRAS.  
                       
   TRABALHO EM EQUIPES.                       
APRESENTAÇÃO DAS EQUIPES.                   
  BUSCANDO SOLUÇÕES                       
        . CARTAZES.                  
  OBSERVAÇÕES;                  
 .EXPERIÊNCIAS.                   
 VÍDEOS E  DVD'S                 
.REGISTROS E RELATÓRIOS              
 QUEBRA - CABEÇA.              
GRAVURAS                
 EXERCÍCIOS
Diagnóstica;

- Formadora;

- Processual e contínua;

- Observação

- Registro;

- Relatório;

- Apreciação e conclusão;

- Auto avaliação





Diagnosticar, verificar habilidades adquiridas para o domínio de novos conteúdos.
Livro Didático de Ciências: Fazendo e Compreendendo;

- Matrizes Curriculares da SEE;

- Livros paradidáticos;


- Caderno de Boas Práticas do Professor;



•             Ciências Hoje (revistas);

Professora: _____________________________________ Supervisora: _______________________________ Diretora: _______________________________








ESCOLA MUNICIPAL HIGINO GUERRA         -             DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
PLANEJAMENTO  DE CIÊNCIAS-  4º BIMESTRE
PROFESSORAS: Suely, Bibiana e Núbia    -    2º ANO DE ESCOLARIDADE  -  TURNO: Vespertino

EIXO
OBJETIVOS/ CAPACIDADES
CONTEÚDO/UNIDADE/SUBUNIDADE
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO
BIBLIOGRAFIA

2- SER HUMANO E SAÚDE





















3-TECNOLOGIA E SOCIEDADE

2.4 – Reconhecer a importância de uma alimentação saudável como fonte de energia para ocrescimento
e a manutenção do corpo saudável.

2.5 – Valorizar o próprio corpo e uma alimentação saudável para o bem estar físico, psicológico e
social.
                       T- Trabalhar
2.6 – Conscientizar os alunos de que os hábitos de higiene devem fazer parte do nosso dia a dia.
- Relações entre a falta de higiene pessoal e ambiental e a aquisição de doenças por contágio de
vermes e microorganismos.
- Hábitos de higiene importantes na prevenção de doenças.
- Conservação da higiene no ambiente escolar e familiar.


T-
3.0 – Reconhecer os recursos tecnológicos utilizados
no seu dia a dia, identificando os instrumentos que favorecem e facilitam a vida das pessoas.
T
3.1 – Reconhecer a importância da tecnologia para a agricultura, transporte/trânsito e indústria.



Ø  Observar o movimento aparente do sol, da lua e das estrelas;
Ø  Reconhecer alguns indícios de diferentes condições meteorológicas;
Ø  Reconhecer que o sol é a única fonte de luz e calor;
Ø  Reconhecer diferentes fontes de luz e calor utilizadas pelo homem como fogo e a eletricidade;
Identificar em seu dia-a-dia os usos dessas fontes.
           (4º BIMESTRE)

Alimentação:
- Características de uma alimentação saudável.
- Alimentos naturais e industrializados.
- Alimentos de origem animal, vegetal e mineral.
- Hábitos de higiene pessoal: lavar as mãos, escovar os dentes, pentear os cabelos, tomar banho,
comer frutas e verduras lavadas.
- A troca de dentes de leite por dentes definitivos e a importância da realização de uma boa higiene
bucal. - Hábitos de higiene ambiental.
                   T- Trabalhar
- Relações entre a falta de higiene pessoal e ambiental e a aquisição de doenças por contágio de vermes e microorganismos.
- Hábitos de higiene importantes na prevenção de doenças.
- Conservação da higiene no ambiente escolar e familiar.


- Recursos tecnológicos utilizados no dia a dia e sua importância para a vida no campo e nas cidades, para o trabalho, a saúde e a higiene doméstica

Agricultura: - Contribuições da tecnologia para maior produtividade nas lavouras.
Transporte/Trânsito: - Tecnologia aplicada ao trânsito: semáforos ou sinaleiros.
Indústrias: - Contribuições da tecnologia para a produção industrial.





4- INVESTIGANDO O AMBIENTE

4.1- Seres do ambiente;
4.2- De noite e de dia;
4.3- Por todo canto;
4.4- Conhecer para cuidar;
4.5- O ambiente é de todos
Relatos orais;
- Entrevistas;


Atividades no Livro didático;
- Confecção de cartazes e murais;
- Músicas;
- Poesias;
- Textos diversos;
- Desenhos;
- Trabalho em grupo;
- Experiência
PESQUISAS.   
            PALESTRAS.  
                       
   TRABALHO EM EQUIPES.                       
APRESENTAÇÃO DAS EQUIPES.                   
  BUSCANDO SOLUÇÕES                       
        . CARTAZES.                  
  OBSERVAÇÕES;
Diagnóstica;

- Formadora;

- Processual e contínua;

- Observação

- Registro;

- Relatório;

- Apreciação e conclusão;

- Auto avaliação





Diagnosticar, verificar habilidades adquiridas para o domínio de novos conteúdos
Livro Didático de Ciências: Fazendo e Compreendendo;

- Matrizes Curriculares da SEE;

- Livros paradidáticos;


- Caderno de Boas Práticas do Professor;



•             Ciências Hoje (revistas);

Professora: _____________________________________ Supervisora: _______________________________ Diretora: ______________________________




 ESCOLA  MUNICIPAL HIGINO GUERRA
DIRETORA: Maria Aparecida da Silva Costa
-  PLANEJAMENTO BIMESTRAL  -                               2013-    

DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA
ANO DE ESCOLARIDADE: 1º/2º/3º    
PROFESSOR: FERNANDO ANTÔNIO C. BARTOCCI
SUPERVISORA: Eunice Mendes de Oliveira
TURNO: VESPERTINO                           DATA: 23/02/2013


ANO DE ESCOLARIDADE: 1º/2º/3º     TURNO: MATUTINO/VESPERTINO
DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA – 1º Bimestre
Escola Municipal Higino Guerra
PROFESSOR(a): FERNANDO ANTÔNIO CHAVES BARTOCCI

EIXO
CONTEÚDO
OBJETIVOS/CAPACIDADES
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO




1-

INICIAÇÃO ESPORTIVA,
Jogos e
Brincadeiras





































1-1  - Pequenos e grandes jogos
Jogos e brincadeiras e sua importância no desenvolvimento do aluno.
Compreender que as brincadeiras proporcionam alegria e descontração.
A criança deve desenvolver a capacidade de vivenciar e diferenciar os vários tipos de jogos e brincadeiras.

Através de atividades direcionadas pelo professor durante as aulas, os alunos deverão Vivenciar e diferenciar os pequenos e grandes jogos e as brincadeiras de cada tema. (estafeta, acorda seu urso, e chicotinho queimado).
As avaliações serão feitas
Através de observação e da participação dos alunos
1.2- Jogos Populares.
·         Conhecer identificar e vivenciar os jogos populares
Jogos e brincadeiras populares (barra manteiga, amarelinha, rouba bandeira, mamãe da rua, pare bola, pique-pega,  podem ser acompanhados e explorados.);
1.3- Brincadeiras e Ludicidade


a) Pegador de Linha
*  Conhecer, vivenciar e valorizar as brincadeiras realizadas no espaço escolar individualmente ou em grupo.
a)   Desenvolver coordenação motora da atenção, da noção de espaço/temporal e da agilidade.
Valorizar a ludicidade, a inclusão e a socialização.
Identificar valores éticos nos jogos e brincadeiras.
Ser capaz de participar dos jogos e brincadeiras e também modificá-los ou inventar outras formas diante de uma situação problema.
Vivenciar  brincadeiras executadas em casa e na rua a partir de atividades direcionadas pelo professor ou propostas pelos próprios alunos. (Passar anel, telefone sem fio, Pegador de Linha).
- -
1-4- Brinquedos  cantados (Brincadeiras Cantadas)
Conhecer, vivenciar e valorizar os brinquedos cantados e reconhece-los como parte da cultura do pais.
·         Expressar seus sentimentos e ideias através da linguagem corporal .
Trabalhar os brinquedos cantados  permitindo aos  alunos  conhecer suas diversas manifestações, onde terão momentos que possam brincar livremente, utilizando-se de brincadeiras tradicionalmente conhecidas como: amarelinha, roda, pular corda, escravo de Jó, bilboquê, adoleta e ciranda.
1-5- Jogos e brincadeiras e seus materiais.



- Futebol de Duplas.
Vivenciar os pequenos e grandes jogos bem como as brincadeiras com materiais existentes na escola ou trazidos de casa.
* Desenvolver a percepção de espaço e promover as socializações.
* Organizar jogos, brincadeiras e outras atividades lúdicas.
-  Construir materiais para a vivência de jogos e brincadeiras;
Neste jogo os alunos participarão de mãos dadas. (seguir orientação da ofocina).

1-6-Jogos e brincadeiras e conhecimento do espaço escolar.
Conhecer e explorar o espaço escolar (pátio, salas, quadras, através de jogos e brincadeiras).
* Manter o respeito mútuo, a dignidade e a solidariedade em situações lúdicas e esportivas.
*- Adotar atitudes éticas em qualquer situação de prática esportiva.
Atividade na quadra, no pátio será possível integrar e analisar a importância dos conhecimentos dos jogos e da Educação Física no seu cotidiano e como eles podem modificar ou não as suas ações e interações nos diferentes tempos e espaços.  Passando o bambolê é uma ótima atividade.
1.7- Jogos e brincadeiras no desenvolvimento dos movimentos naturais
Conhecer, vivenciar os movimentos naturais durante  o desenvolvimento dso jogos e das brincadeiras estas brincadeiras
A criança deve usar os jogos pré-desportivos para aprender e desenvolver as atitudes e valores. Como: corre cutia, futebol maluco, procure seu par, cada pássaro em seu ninho, brincar de saltar, correr e rastejar...
1.8- jogos pré-desportivos e de iniciação
Conhecer ludicamente os movimentos básicos de cada modalidade pré-desportiva.
Jogos pré-desportivos (vôlei de lençol, fut bichos, queimada maluca, queimada gigante); jogos de salão; jogos de raquete.

1-9- História e fundamentos das modalidades pré-desportivas




Propiciar ao aluno oportunidades de jogar e brincar, em situação direcionada, permite que ele conheça ludicamente os movimentos básicos de cada modalidade pré-desportiva.
             Compreender que as brincadeiras proporcionam alegria e descontração.
·        Essa capacidade tem por objetivo possibilitar aos alunos conhecer a história de jogos pré- desportivos que são jogos que preparam o aluno para qualquer modalidade esportiva.
Dessa forma que professor vai propiciar ao aluno de forma direcionada o desenvolvimento dessa capacidade. Jogos como: queimada gigante, jogo de estafeta, jogo de varal, o jogo dos 10 passes.

. Para isso, o professor pode utilizar-se de estratégias como: roda de conversa, pesquisa, entrevista com profissionais da área.o boas estratégias.








1.10- Regras e combinados nos jogos pré-desportivos de iniciação
Os alunos devem ter oportunidade de criar jogos e elaborar.
·         Conhecer identificar ,Vivenciar e respeitar as regras a partir de jogos tradicionalmente conhecidos. Brincar com esses jogos e brincadeiras aparentemente novos dá aos alunos a sensação de autoria e autonomia.

Organização de jogos pré-desportivos.
* Regras e pequenos combinados prévios com  objetivos de desenvolver a organização e  limites  dos jogos .

1.11 – Lazer e Prática esportiva
* Compreender os jogos pré-desportivos como opção de lazer.      
*1.11 Vivenciar e diferenciar os jogos e as brincadeiras de cada tema. (jogos de salão, jogos de raquete, jogos pré-desportivos, jogos populares).
Os alunos devem ter momentos em que possam brincar livremente, utilizando-se de brincadeiras tradicionalmente conhecidas

Professor: ___________________________________. Supervisora: _______________________________. Diretora; _________________________________



ANO DE ESCOLARIDADE: 1º/2º/3º     TURNO: MATUTINO/VESPERTINO
DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA – 2º Bimestre
Escola Municipal Higino Guerra
PROFESSOR(a): FERNANDO ANTÔNIO CHAVES BARTOCCI

EIXO
CONTEÚDO
OBJETIVOS/CAPACIDADES
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO


2-
Danças,
Atividades Rítmicas,,
Expressivas e suas Manifestações




 1.12- Desenvolvimentos de atitudes e valores
Na prática pré-desportiva.

-A criança deve reconhecer e identificar nos jogos pré-desportivos de iniciação uma opção  para aprender,  e superar dificuldades e desenvolver as atitudes e valores.
- Manter o respeito mútuo, a dignidade e a solidariedade em situações lúdicas e esportivas.
-Respeitar as diferenças é uma capacidade que deve ser desenvolvida em todos os conteúdos e momentos da vida escolar, inclusive e principalmente nas aulas de Educação Física.
-Compreender os jogos pré-desportivos como opção de respeito às diferenças
- Identificar valores éticos nos jogos e brincadeiras.
As atividades podem ser: corre cutia, futebol maluco, procure seu par, cada pássaro em seu ninho.

Para isso os alunos devem ser capazes de se dividirem em grupos para a prática dos jogos.  Devem ser capazes de fazer trocas de pares durante as brincadeiras, em atividades como: coelhinho sai da toca, rinha de galo.
Jogos como meio de desenvolvimento de valores e atitudes

2.1- Ritmo e Movimento
– Vivenciar movimentos em diferentes ritmos.
– Expressar sentimentos e ideais utilizando as múltiplas linguagens do corpo.
Fazer o educando movimentar o seu corpo, se orientando ao ritmo da música. O professor pode utilizar-se de atividades como: dança dos ritmos e dança do esquisito.
-Conhecer as possibilidades do corpo na dança: impulsionar, dobrar, flexionar, contrair, elevar, alongar, relaxar, dentre outras.
2.2- Expressão corporal e ritmo
Articulação entre gesto e ritmo: expressão corporal
A criança deve expressar seus sentimentos e ideias através da linguagem corporal como:
Bater os pés, palmas, sapatear, emissão de sons com a boca,
.
2.3- Produção de sons e materiais.
Dança do Jornal.
Produzir sons a partir da utilização e exploração de diversos materiais.
A criança deve ser capaz de criar e executar pequenas coreografias,
A criança deve ser capaz de criar e executar pequenas coreografias, partindo de temas e/ou músicas: dança dos bichos, dança das frutas, desafio musical.
Partindo de temas e/ou músicas: dança dos bichos, dança das frutas, desafio musical.
O aluno deve reconhecer os ritmos e expressões, levando em conta a velocidade, intensidade e fluidez. Isso pode ser trabalhado através de atividades como: dança dos ritmos, dança dos níveis, danças dos tempos
Dança do jornal..

2.4- Danças e folclore
- Vivenciar diferentes manifestações culturais das danças folclóricas regionais e nacionais
 Neste caso as atividades folclóricas devem ser simples como: Quadrinhas juninas e as cirandas
2.5- Danças e eventos escolares.

Formando coreografias esquisitas.
– Vivenciar a dança e eventos escolares

- Desenvolver coordenação motora.
Atenção, ritmo. Criatividade e integração.
Os alunos poderão participar de eventos que valorizem a dança no espaço escolar sempre com a supervisão do professor:
- Criação e improvisação  com
A diversidade cultural das danças brasileiras.
- Dança como meio de desenvolvimento de valores e atitudes.
- Dança e relações  de gênero.
Dança e mídia.
Professor: ___________________________________. Supervisora: _______________________________. Diretora; _________________________________


ANO DE ESCOLARIDADE: 1º/2º/3º     TURNO: MATUTINO/VESPERTINO
DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA – 3º Bimestre
Escola Municipal Higino Guerra
PROFESSOR(a): FERNANDO ANTÔNIO CHAVES BARTOCCI

EIXO
CONTEÚDO
OBJETIVOS/CAPACIDADES
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO
3-
Ginásticas e suas manifestações
3.1- Iniciação a Ginástica Artística
Identificar, conhecer e vivenciar movimentos de solo pertinente a ginástica artística.
Executar sob  a supervisão do professor atividades e movimentos gináticos simples tais como:
Rolinhos, estrelas  e posturas ginásticas ( carpado, grupado e afastado).

Identificar, conhecer e vivenciar pequenos saltos e saltos na ginástica artística.
Executar sob  a supervisão do professor atividades que promovam saltos e saltos tais como: rolo peixe salto peixe, polcas, salto rã salto lebre.

3.2- Iniciação a Ginástica Rítmica
Identificar, conhecer e vivenciar movimentos naturais pertinentes  a ginástica rítmica com e sem a presença de música.
Sob a supervisão do professor deverão ser realizados movimentos simples tais como  saltos e rolos, corridas com acompanhamento ou não de música em diversas velocidades.

3.3- Diferenças entre gêneros os masculino e feminino na ginástica
Compreender as diferenças físicas e sociais entre homens e mulheres nas práticas de ginásticas.
O professor deverá ressaltar as diferenças, possibilidades e particularidades entre homens e mulheres na prática da ginástica inclusive usar exemplos apropria turma.


Professor: ___________________________________. Supervisora: _______________________________. Diretora; _________________________________

ANO DE ESCOLARIDADE: 1º/2º/3º     TURNO: MATUTINO/VESPERTINO
DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA – 4º Bimestre
Escola Municipal Higino Guerra
PROFESSOR(a): FERNANDO ANTÔNIO CHAVES BARTOCCI

EIXO
CONTEÚDO
OBJETIVOS/CAPACIDADES
ATIVIDADES
AVALIAÇÃO
4-
ATIVIDADES FÍSICAS;
DESENVOLVI
MENTO HUMANO E ASPECTOS RELACIO
NADOS À SAÚDE
4.1- Atividade Física e saúde
- Entender que o esporte é uma maneira de manter a saúde.

- Compreender a importância da prática de atividade para a manutenção da saúde
Estes benefícios devem ser conhecidos pelo aluno desde os primeiros dias de aula
Trabalhar aulas práticas e teóricas de forma interdisciplinar.
As avaliações serão feitas
através de observação e da participação dos alunos.

Processual;

Contínua;

4.2- atividade Física e desenvolvimento humano.
Reconhecer a importância da prática da atividade física para o desenvolvimento global das pessoas.
Reconhecer as alterações provocadas pelo esforço físico (cansaço, elevação dos batimentos cardíacos) e saber por que elas ocorrem.
Autoconhecimento corporal e manutenção da saúde através de brincadeiras   jogos
4.3-  HIGIENE E SAUDE
Compreender a importância dos hábitos de higiene para a promoção e manutenção da saúde.;
 O desenvolvimento e compreensão dos métodos de higiene contribuem para a manutenção da saúde. Deverá ser realizado através de aulas teórico – práticas.


Professor: ___________________________________. Supervisora: _______________________________. Diretora; _________________________________

Nenhum comentário:

DIA D 2014 SUGESTÕES

MENSAGEM: FALAR COM DEUS

MENSAGEM PARA REUNIÃO PEDAGÓGICA

FLEXIBILIZAÇÃO CURRICULAR