Seguidores

16 de ago de 2010

PORTIFOLIO

EUNICE
MENDES
DE OLIVEIRA.


TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO:
ensinando e aprendendo com
as TIC










Quem sou_Eunice




E:\Ativ1_5_eunice.pdf


Realizar uma pesquisa com projetos Ativ_1_7_Eunice


sobre hipertextos


O que é hipertexto?


O que é hipertexto? 2.2 B

2.2b- O que é hipertexto segundo você e outros autores

O hipertexto não é particularmente novo. As suas origens remontam aos anos cinquenta. Vannevar Bush propôs uma máquina Memex, na qual poderia armazenar uma biblioteca de informação científica que poderia ser procurada, depois, de forma hipertextual. Um conceito pode sugerir um outro e por aí adiante, com consequências que podem ser seguidas a bel prazer. O conceito de hipertexto tem claramente a ver com a ideia de associação que V. Bush explora.
A noção de hipertexto tem uma proveniência informática, designado ideias interligadas, associações sobre um fundo electrónico. Em certo sentido todos os sistema de computação são hipertextuais. Um hipertexto é uma rede complexa de elementos textuais: é composto por unidades (lexias) que podem identificar-se com páginas, parágrafos, secções, ou volumes.

(http://ww.triplov.com/hipert/hipert.htm)

O HIPERTEXTO NO CONTEXTO EDUCACIONAL

O escolar (O filho do carteiro), Vincent Van Gogh, 1888



Algumas das vantagens do uso do hipertexto, quando cuidadosamente planejado:
• Sistemas de hipertexto enquanto ferramentas de ensino e aprendizagem parecem facilitar um ambiente no qual a aprendizagem acontece de forma incidental e por descoberta, pois ao tentar localizar uma informação, os usuários de hipertexto, participam ativamente de um processo de busca e construção do conhecimento, forma de aprendizagem considerada como mais duradoura e transferível do que aquela direta e explicita;
• Uma sala de aula onde se trabalha com hipertextos se transforma num espaço transacional apropriado ao ensino e aprendizagem colaborativos, mas também adequado ao atendimento de diferenças individuais, quanto ao grau de dificuldades, ritmo de trabalho e interesse;
• Para os professores hipertextos se constituem como recursos importantes para organizar material de diferentes disciplinas ministradas simultaneamente ou em ocasião anterior e mesmo para recompor colaborações preciosas entre diferentes turmas de alunos.

(http://www.unicamp.br/~/hans/mh.educ.html)

"A presença do computador na escola é uma realidade incontornável
e seu uso já vem se tornando um fato corriqueiro até mesmo nas
escolas públicas do interior brasileiro.2 Escasseiam, contudo, reflexões
críticas a respeito do uso da computação em sala de aula, o qual vem
ocorrendo de modo ingênuo e despreparado. É minha intenção fazer
aqui uma abordagem crítica do hipertexto como um “novo espaço de
escrita” (v. Bolter,1991).


O Hipertexto é portanto um conjunto de informações mais ou menos independentes do texto, apresentado com expressões ou palavras que contêm informações que visam ampliar o conhecimento do tema pesquisado. Essas informações podem estar registradas no hipertexto em forma de símbolo, palavra, número ou desenho que ao ser clicado revela uma informação, dados pertinente à pesquisa realizada. (Ana Maria)



NOTÍCIA
Nossa Escola (Municipal Higino Guerra) está muito feliz!
Veja porquê... http://www.capinopolis.com/portal/2010/2253

O   QUE É HIPERTEXTO?
Um texto,  com inúmeros percursos a explorar
define-o como "um conjunto de nós por conexões. Os nós podem ser palavras, páginas, imagens, gráficos, ou parte de gráficos, sequências sonoras, documentos complexos (eles mesmos hipertextos). Navegar em um hipertexto significa, portanto, desenhar um percurso em uma rede que pode ser tão complicada quanto possível, porque cada nó pode, por sua vez, conter uma rede inteira".
Ao contrário do discurso tradicional lógico, fechado em si, o hipertexto abre infinitas possibilidades de associações, por via dos links que funcionam como portas virtuais. Cada bloco do texto pode ter " significados ocultos que o leitor descobre, por vezes por tentativas. Ao premir o cursor, que chama um elemento interactivo, surge outro bloco de texto, que, por seu turno, tem outros elos que dele partem. O texto não existe como páginas enquadradas numa seqüência linear, mas sim como uma rede de ecrãs que o leitor ativa", explica José Augusto Mourão. Ao percorrer o texto, cada leitor segue a sua linha de leitura, seguindo uma estruturação aparentemente labiríntica, muito semelhante à do pensamento humano.
O desenvolvimento do hipertexto abriu novos caminhos ao experimentalismo literário e fez surgir novos gêneros e tendências, como a poesia animada por computador Ao decidir sobre os seus percursos de exploração do texto, as associações que estabelece e como o faz, o leitor (ou o utilizador) adquire um novo papel bem mais activo e colaborativo do que o que lhe é reservado pelo texto clássico. Na sua definição de hipertexto Carlos Ceia acentua esta característica, considerando que depende em exclusivo da "ciência do leitor em manipular os elos conceptuais que se estabelecem entre as unidades de informação, ou grupos de unidades que podem distribuir-se e circular por todo o mundo". Estamos perante um leitor/utilizador que constrói um sentido do texto.

Multiplicidade e Heterogeneidade

Não se trata apenas de textos com ligações a textos, mas também a som, imagem, vídeo, gráficos, animação variada, entre outros; " Na comunicação, as mensagens serão multimídia, multimodais, analógicas, digitais, etc. O percurso sociotécnico colocará em jogo pessoas, grupos, artefatos, forças naturais de todos os tamanhos, com todos os tipos de associações que pudermos imaginar entre estes elementos"( Lévy, 1993). Ao leitor de hipertexto exige-se outro tipo de conhecimentos, bem diferentes dos exigidos para um texto clássico.

Pela sua própria natureza, a rede hipertextual está em constante mutação. De acordo com Ilana Snyder o hipertexto diz respeito a representações transitórias e temporárias dos códigos digitais armazenados na memória do computador" e acrescenta que o hipertexto estimula também mudanças ao nível do pensamento, "que passa a ser modular, não linear, maleável e cooperativo".

Nenhum comentário:

DIA D 2014 SUGESTÕES

MENSAGEM: FALAR COM DEUS

MENSAGEM PARA REUNIÃO PEDAGÓGICA

FLEXIBILIZAÇÃO CURRICULAR