Seguidores

21 de ago de 2010

EDUCAÇÃO VIRTUAL: CURSO e-Proinfo 2010 / por Eunice Mendes


ATIVIDADES A DISTÂNCIA                -             REFLEXÃO
TEMA: Aprendizagem continuada ao longo da vida.
          A aprendizagem é uma atividade contínua que se estende ao longo da vida. Hoje percebemos que a vontade de aprender vai além das necessidades exigidas  pelo mercado, e um bom exemplo desta tese são os jovens da terceira idade, onde para eles aprender se tornou uma maneira de se divertir, de ocupar melhor a mente, de preencher o tempo e de estar em sintonia com a atualidade.
          Mas o que é realmente aprender? Precisamos entender que ao repassarmos uma  informação, um fato do livro ou da internet, ela até poderá ficar armazenado na mente de alguém, gerando um conhecimento fraco. Mas para que este alguém realmente obtenha conhecimento que lhe apraz, conhecimento significativo, é preciso que o sujeito saiba processar, interpretar a informação recebida e aplicá-la no seu dia-a-dia, convertendo este conhecimento em algo para a sua vida pessoal, pois aprendemos e ensinamos porque temos que resolver problemas reais e interagir com demais pessoas e objetos.
         A escola tem a função de formalizar aquilo que o individuo já faz intuitivamente. E ela deve fazer isso, mas sem perder o encantamento de aprender, uma vez que as pessoas  adotaram predisposições que variam em um processo contínuo entre o de caçador-ativo e a de receptor-passivo que são diferentes predisposições de aprendizagem que acontecem nos diferentes períodos da nossa vida. Embora a nossa cultura, algumas escolas, e os meios de comunicação ainda fazem uso da predisposição de aprendizagem RECEPTOR-PASSIVO, para nós efetivos aprendizes, o melhor é reconhecermos qual é o nosso estilo pessoal de aprender para que possamos usar as predisposições de aprendizagem adequada àquilo que queremos aprender. Isto significa saber altenar essas duas modalidades (caçador-ativo ou receptor-passivo) de forma complementar e não antagônica. Para tanto é preciso que o aprendiz tenha:
1-     Predisposição de aprender;            2- Ambiente de aprendizagem organizado;
3-     Agentes de aprendizagens ( Pessoas capazes de ensinar).
           Aprendemos de maneira diferente e hoje percebemos que algumas Instituições, lentamente, vem acompanhando e investindo em sua estrutura física e administrativa, alterando seus métodos e práticas pedagógicas com aulas e assuntos curriculares diferenciados da que é vista em escolas tradicionais. Como exemplo nessas mudanças podemos citar:
·        Teorias da informática na educação;
·        Teorias da interdisciplinaridade;
·        Discussão em grupo;
·        Cultivo à heterogeneidade de idéias
·        Ênfase na qualidade de formação e empenho dos alunos, uma vez que o conhecimento é construído dentro de um contexto que lhe dá sentido.
         Atualmente a aprendizagem tem sido vista de forma mais ampla, que não se liga apenas ao domínio de informações ou conteúdos escolares. Em cada proposta desenvolvida, os alunos vão ampliando suas possibilidades de buscar e relacionar informações e de se posicionarem de forma crítica e ativa, fazendo uso do que aprenderam dentro e fora da escola de maneira satisfatória.
          Tudo isso vem contribuindo para atender as necessidades do individuo em cada etapa de seu viver, tentando tornar assim a aprendizagem significativa, efetiva e prazerosa.

Um comentário:

marina Braga disse...

Venho Parabenizar essa pessoinha q admiro muito!! o sucesso de nossa Escola é fruto da Harmonia q existe nesta equipe. Suas orações são atendidas, e nossa escola brilha!! eu quero dizer q amo vcs!Parabéns pelo sucesso nas olimpiadas sempre comentamos q aquela turminha iria dar bons frutos e outras turmas estão vindo para destacar nossa escola, ."Um bom alicerce jamais deixa a construção demolir". Um bj

DIA D 2014 SUGESTÕES

MENSAGEM: FALAR COM DEUS

MENSAGEM PARA REUNIÃO PEDAGÓGICA

FLEXIBILIZAÇÃO CURRICULAR